sábado, 31 de maio de 2008

Conversas em Espanhol...

No portão de casa:
-Yo solo soy..
-Confuso, complicado, extraño, dificil...
-Mi Dios.. soy timido.. solo eso..
-Timido naaaada! Tu eres la confusion que me confunde!
-Tu te confundes. No ves que dibujastes en mi?
-No! Yo se lo que pienso, lo que quiero e lo que soy! Tu kieres ke yo hable todo el tiempo.. pero no me pregunta nada!
-No consigo preguntar... solo hablame...
-Yo solo hablo.. y nunca escucho..

Não me pergunte porque o espanhol me deixa melhor e mais solta.. Mas ele deixa! Eu sei bem onde eu tô pisando e o que eu tô fazendo, mas é inevitável não imaginar que lá no fim de tudo, ele vai me sorrir e estender a mão e me guiar até onde a gente puder ir...
Não que eu não queira sair disso... mas me disseram hoje que eu só não vejo porque não sei ver ¬¬.
Acho que eu não quero ver nada agora.

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Manda lê isso!

Espero que a Amanda verifique o blog ou o mail dela antes de ir pra aula QUE NÃO VAI TER! É, nada de reposição amanhã!! Entendeu?
Ótimo!Então me liga!!

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Sem ETE

Como hoje NÃO teve aula na ETE (\o/) e meu "namoradinho" tá treinando, fui eu com Ana pra aula do cursinho pré-vestibular do GP. Ahhh menina mas não demorou duas aulas pra que eu estivesse nas ruas de Lorena indo pro GigaBar jogar bilhar! Espero que a Ana não tenha ficado muito brava comigo... mas aquela mesa com tantas bolinhas coloridas prenderam minha atenção. Foram duas rodadas emocionantes. Eu que não jogava nada, sai de lá jogando merda nenhuma! O que já é um grande progresso! Ahh eu encaçapei duas! Se dê por satisfeito por essa proeza! Dei muiiita risada, machuquei meu dedo, senti falta do Pedro e me vi uma menina grande! Eu tava parecendo gente! Huhasdhusa... aiai..
Aii como sr. Pedro não deu sinal hoje o dia todo, entrei na net pra mandar uma mensagem e encontro meu Tigre encoleirado de novo ¬¬. Tudo bem então né. Eu não posso falar nada porque tô indo pro mesmo caminho mas essa parte fica em off ok.
Aproveitando a falta de aula, vou lá escovar meus dentinhos e ir pra cama =D. Amanhã é dia de Educação Física e eu tenho que estar bem disposta a não fazer nada! E existe todo um processo é claro!
Bejo na Bunda e até segunda!
Mentiraaaaa amanhã tem aula na Ete de novo! Que depressão! Que Deus me dê paciência, porque se ele me der força eu acabo com a raça do Ronaldo!
Téééé
;@~ (gostaria de saber que carinha é essa..)

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Há eu voltei!

Não que eu não tenha o que fazer. Tá~, eu não tenho o que fazer! É que é aula do Emerson de novo... e fica tudo tããããão parado!
A Amanda tá no PC ao lado respondendo o mail du men dela ¬¬. Paulety fazendo nada³ do meu lado... o povão tá aqui fazendo algo que eles dizem ser extremamente importante! Naaaaada! É só fachada humpf!
Assisti um filme quase pornô na escola hoje. Adaptação de Dom Casmurro. Cara se o livro é tanto quanto o filme, pode-se dizer que Machado escrevia erotismo! Um absurdo, acho que a mulecada da minha sala chegou ao orgasmo com 20 minutos de filme! E eu que controlasse o boy do meu lado neh?!
Acho que eu vou voltar a ler meu livro. Meu Deus eu tenho tanto a ler e tão pouca vontade...
Mas tô bem.. bem, bem... Pensando na vida e procurando viver.

"Nada na vida é tão sério."
Alguma coisa de bm desse filme eu tinha que tirar neh!


=**

sábado, 24 de maio de 2008

Santa Alê Felix

"Uma dose qualquer de ingenuidade talvez me salvasse do inferno onde diariamente, feito pão quente no café, mergulho meu cérebro..."

quinta-feira, 22 de maio de 2008

É só de vez em quando.

É só de vez em quando que eu peço um tempo.
É só de vez em quando que eu espero que a vida se torne mais bonita.
Só de vez em quando que eu espero mais.
Só de vez em quando superestimo algumas coisas, algumas pessoas.
É só de vez em quando que o ódio que sinto por mim mesma escapa por entre
os dedos, como areia.
É só de vez em quando que decido me sentir péssima, como uma etapa pra
crescer.
Só de vez em quando me sinto no direito de me fazer de vítima. E me odeio
por isso.
Me odeio por não conseguir ser como qualquer outra e forte o bastante pra não desabar a cada fim de semana.

Me odeio por não saber como e onde consertar os malditos erros.

Me odeio por ter uma criança no meu quarto nesse minuto e por não conseguir sequer olhar pra ele sem ter vontade de enforcar.

Me odeio por te perdido a pureza.

Me odeio por ter perdido a capacidade de tirar felicidade de coisas pequenas.

E simplesmente não consigo mais voltar atrás em relação a nada.

quarta-feira, 21 de maio de 2008

Aula do Ronaldex, que vida!

"Cadê o sol? "
Tô aqui querida! huhuhu
Olha só o que eu li:
"Era bom. Era lindo, era amor. E foi pra toda a vida. Porque não há infeliz nesse mundão de Deus que me convença de que 'amores passam.. acabam'. Porque não acabam!!! Permanecem. Paixões acabam, viram pó, viram boas lembranças. Amor é a parte não tão boa da paixão.. é a que sofre mais, é a que mais leva esporro... é a que oferece a outra face."
Não acredito que eu deva fazer algum comentário... Só acho interessante encontrar alguém que pense como eu. Porque essas coisas definitivamente SÃO para sempre. Não disse que eu já encontrei... nem que não provei de nada semelhante. É que palavras são só palavras... Eu sei que no fim eu saberei responder.

Não sei exatamente porque estou postando, eu tô tranquila demais pra postar coisas enormes e depressivas. E segundo a Manda, os textos só saem realmente bons quando estamos no fundo do poço, ou quase no fundo. Então provavelmente só estou postando pra não deixar isso aqui jogado ao léu. E como minha queridíssima (humpf!) amiga Amanda posta vez sim, eternidade não, me sinto na obrigação de dar as caras e dizer que a vida tá boa.
Tá sim =), relaxa, eu não vou comentar nada, sei que ela não gosta de ouvir... Mas eu estou bem sim.. encontrando caminhos, provando de coisas novas, reconhecendo amizades antigas... Ai ai.. neH?=P
Ahh acabei de me lembrar que talvez eu tenha um motivo pra me depressivar e postar rios e rios de mágos e desespero: eu tirei 2 em Projeto. Que meu pai não saiba e que meu anjo seja muito bom!
Aula do tio Rô e eu na net.
Loucura?
Imagiiiina, eu gosto de viver perigosamente! Daqui a pouco tem prova pro povo aqui, sorte que eu já me livrei dessa, e rodei por sinal! (Boa sorte Manda!)...
Talvez eu demore um tempo pra postar.. vou voltar a escrever, com caneta num papel!
BejoO
Acabô a primeira aula, e a Manda tá impaciente pra ler! Garotinha pra me apressar viooo...

Ontem...

Acabei de acordar. Falta 1 minuto pra 9:00 e eu me sinto cansada. A Quel ainda não chegou, estranho. Não fui na aula porque avisaram que a gente ia sair mais cedo. E eu me recuso a perder tempo. Meu irmão foi. Tou ouvindo When it Rains, do Paramore. Pensando em ontem, que foi especialmente bom. Ontem eu disse pra Carol que embora estivesse feliz, hoje provavelmente ia acordar depressiva. E isso não aconteceu! Maravilha. Na escola, eu pensei em fazer uma coisa que meio que "mobilizou" metade das pessoas intelectualmente estimulantes das quais gosto pra caramba- mesmo que eu pensasse que não.
Estávamos Danny, Rú e eu inconscientemente (mentira!) na aula de inglês falando dos defeitos das pessoas em volta.

- Ah! Não! Aquele cabelo? Humpf! Tão natural quanto inseminação artificial!!!
- E ela? Não, eu não agüento mais ela! Seeempre colocando defeito em tudo que a gente gosta!
- E o Gardenal? Me irriiiiita aquele cara!
- E eu simplesmente não consigo ver os dois juntos! Eu tento, mas parece tão superficial!
- É, mas não vai durar não, acredite.
- Talvez dure. - Você acredita que a Thaís foi em casa ontem?
- Imagino que aquele cabelo dela deva estar particularmente horrível!
- Está.
- E a ela? Ela, coitadinha, é feita de gato e sapato naquela porcaria de Grêmio.
- É, mas ela não se impõe, ué!
- É acho que ela simplesmente não consegue.
- Acho que não, ela não consegue se impor em relação a nada. Já sacou o jeito como o Igor fala com ela?
- Aham, queria que ela ficasse com o outro que bem ou mal dava valor pra ela.

Ah! E "destilando o veneno" como diz a Amanda, minha xará, descobri que queria mesmo, MESMO ouvir o que aqueles tão cobrinhas quanto eu diziam pelas minhas costas. E eles disseram:

- Teimooooooooosa! Meu Deus como a Amanda é teimosa! Diz que é A, não! Ela quer que seja B. - É! E convenhamos, né, Danny? Ela tá baixando o nível! O cara por quem ela diz estar apaixonada poderia ser o pai dela!
- O quê? E você cala a boca! Ele não é..
- SHIO! Você não pode se manifestar!
- Não, é sério Amanda! E o Endrew? O que que é aquilo?!
- É! Que nariz é aquele?
- E vamos convir de novo que quando ela está com a Carol, não dá valor pras outra amizades! Não, a Carol, isso, a Carol aquilo!
- E as vezes eu tenho a impressão de que ela concorda com tudo por fora, mas não confia na gente pra dizer o que realmente pensa.
- No fundo, é apenas fechada.
- E quando ela diz "eu não quero tal coisa"... e a gente vê claramente que ela quer! E só diz que não de orgulhosa! Ain que ódio.

Tá que ouvir as verdades claramente assim de Danielle e Rudson não foi exatamente bom, mas considerei como crítica construtiva, eu sempre considero. Óbvio também que não pude deixar barato e desci a língua, qdo pude. Mas não tecerei comentários sobre isso, porque acho que quando de disponho a falar mal, acredite: ninguém sai de pé. Não falei tudo o que eu queria, não falei o suficiente pra deixar algum deles no chão, mas falei o suficiente pra Danny pra que ela pense. E não me arrependo. Sei que depois vieram a Carol, a Ana, a Tássia, a Paula, a Amanda, a Cris ... e sei lá quem mais cuspir verdades também e ouví-las principalmente. Curioso esse tipo de coisa porque embora sempre saia p*** da vida, aprendo uma coisa difícil e que nenhuma outra parte da minha vida ensinaria. Tipo o fato de que as pessoas enchergam os próprios defeitos nas outras pessoas. Quase chega a ser absurdo. Mas tudo bem. Foi bom e saí mais leve. (Y)
Carol chorou, Pedro ficou putíssimo da vida... Mas o caso é que no final todo mundo voltou a ser o que era antes. ¬¬
Queria registrar que embora esteja postando *pra sempre* eu não estou depressiva- como eu digo. Eu tou feliz, feliz. ELE tá me tratando com aquele quê que me dá um medo desgraçado de me apaixonar irreversivelmente.. e machucar e sair machucada não está nos meus planos. Não neste. Ainda me incomoda- e muito- o fato de que ELE não gosta de pensar no que sente.. só sente e acabou. Queria ser assim. Eu DIZIA que era assim - mas não era- e não sou. Carol tava me perguntando... "Por que não um compromisso?". "Porque ele não quer!" - eu me peguei dizendo. É, taí, ELE não quer isso, eu me submeto. Tsc, tsc, tsc... Amanda, vc não era assim. Yeah! Não era! Agora eu estou assim... azar. Ontem o meu pai ficou possesso comigo. Sabe-se lá Deus porque agora. Acho que foi porque eu cheguei em casa 18:40... E no dia em que eu cheguei 20:30? Ham? É, ele neeeem sofreu. Meu pai é estranho, mas hoje eu pretendo chegar na hora que ele considera "aceitável" só pra não brigar de novo... Embora eu ache que a razão pela qual ele briga comigo tem nome e sobrenome: Maria do Carmo Coutinho. É, a minha mãe. Ela depressiva qualquer um e eu simplesmente não posso culpá-lo por se deixar levar. Diz que não agüenta mais, arruma tudo, dorme na minha tia e no outro dia volta como se nada tivesse acontecido.
Drrrr.. Às vezes eu rio disso, porque ela é meio comédia, mas eu sei que o meu pai sofre profundamente. É o que eu digo.. o amor é uma desgraceira. Acho que se fosse me baseando pelo casamento deles, simplesmente teria um punhado de filhos de produção independente e um monte de gatos. E eu odeio gatos! Mas eu sei que devem existir casamentos felizes. O dos meus avós, por exemplo. Era bom. Era lindo, era amor. E foi pra toda a vida. Porque não há infeliz nesse mundão de Deus que me convença de que "amores passam.. acabam". Porque não acabam!!! Permanecem. Paixões acabam, viram pó, viram boas lembranças. Amor é a parte não tão boa da paixão.. é a que sofre mais, é a que mais leva esporro... é a que oferece a outra face. E eu quero uma coisa assim. Acho que simplesmente me cansei de andar atrás de superficialidades, sendo que elas nunca me atrairam o suficiente.
Tou lendo um livro MARA: O caçador de Pipas... Já chorei horrores. Recomendo.
Affs.. tou indo tomar um banho..
Tá tão frio! BahhH!
Cadê o sol? "-


BjO.

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Mapas...

Eu estava pintando os mapas da JaneDrama sabe, os lápis de cor da minha irmã estão todos esparramados sobre a mesinha do computer aqui. Mas...ah! Tava chato! Então decidi deixar o resto pra minha mãe pintar e me render às conversas de msn e ao blog.
Fim de semana interessantíssimo! Confesso que não exatamente pelas pessoas, mas principalmente pelo show. Tá que eu tô me acostumando com Jessy e Mith, mas ainda sim não consigo ficar perto de tanta melação sem ter vontade de ter alguém. Por incrível que pareça, agora eu tô sentindo que tenho. Mesmo que seja ilusão, é uma ilusão gostosa... ter quem abraçar...Espero não ir tão fundo nessa. Massss as músicas não me lembravam nada tão próximo quanto esse presente não! Enfim.
Acredito que hoje eu tenha aula do Emerson ou do Adilson, então provavelmente eu entrarei. Prometo postar descentemente ok.
É que tá na hora de tomar banho. =P
Até..

domingo, 18 de maio de 2008

Pós show.

"Sempre te dei asas ao vento
pra vida provar
Tudo não é nada
Se o mundo girar, girar, girar, girar, girar, girar...."
Fiquei esperando a Caroline manifestar algum sinal de vida o fim de semana todo... Esperando pelo menos uma frase que me deixe no chão, como só ela consegue, esperando ao menos que me dissesse que não quer mais pensar em nada... E quando ela não aparece por dois dias, é pra se começar a preocupar... Mesmo, MESMO.
Tou me sentindo mal, mal, mal. De alguma forma sei que fui estúpida ( eu disse de "alguma forma"? De todas!)... Mas como eu ainda não estava preparada psicologicamente pro que eu vi essa semana, espero que pelo menos leve em conta de que é de mim fazer muito mais escândalo do que eu fiz, de fato. E ver o desespero nos olhos daquela menina que luta todo o dia pra crescer me fez sentir a mais patética do mundo.
Mas acho que decido não comentar sobre isso. Tou muito feliz em algumas partes da vida, mas extremamente aborrecida em outras... O incrível é tentar conciliar tudo ao ponto de parecer imperceptível aos olhos menos interessados.
Passei o fim de semana inteiro na frente de aparelhos domésticos (televisão, computador e microondas)... Tentando ver a vida passar mais rápido... Pra que uma nova semana me faça capaz de manter a freqüência, as notas de TLBD e PC num patamar considerável, e as pessoas que fazem a diferença do lado certo do coração...
Mãe e Júnior saíram sabe-se lá Deus para onde... Não que eu queira saber, lógico. Pai não pára de cantar palavras ininteligíveis que começam a me provocar uma dorzinha de cabeça...
A melhor coisa desses dois dias foi dormir até o meio-dia e a visita da Si... quebradaça a pobrezinha. Ah! E o e-mail, claro. Mas não tou muito a fim de falar dele agora não. É porque pensei muito sobre ELE... e já tou enjoada até do nome... huahauahauhaua. Meus vícios me instigam as vezes... Mas abafa! Contente-se em saber que estou feliz nessa parte da vida, muito feliz. E me sentindo totalmente estranha também. Estranha ao ponto de olhar pra mim e perguntar "Mas não era você a garota que há dois meses venerava o KURT?"... Claro, não que eu não venere o Kurtzinho agora. Sempre, sempre vou amar ele mais que a minha própria vida... Mas que a qualquer homem na face da Terra (ou debaixo dela), mais que... ah! Você entendeu! Mas o caso é que estou mais, muito, muito mais arrebatada do que pretendia estar, sabe.. E embora eu queira acreditar que tudo está funcionando, tem alguma coisa me dizendo que não está. Mas no momento eu estou achando mais confortável ignorar essa vozinha irritante que fica me repetindo isso. Não quero passar a impressão de estar reclamando de nada. Eu li que o Universo conspira pro melhor, desde que se acredite nisso. Decidi acreditar e ponto.
Tou indo tomar banho e dormir...
Esvaziei minha cabeça muitas vezes durante o dia hoje... Amanhã é hora de encher de novo e isso me preocupa um pouco.
bJo.

Have you ever see the rain?

sábado, 17 de maio de 2008

You always find an escape
Just running away from all of the ones who love you
From everything
You made yourself a bed at the bottom of the blackest hole
You'll sleep till May and you'll say that you don't wanna see the SUN anymore...


Pra que você se convença de que não adianta fugir...
Porque embora eu não considere exatamente bom o que você está fazendo, eu estou SIM do seu lado...
Só não cave o seu buraco de novo.
É maio.

quinta-feira, 15 de maio de 2008

Tenho o direito de falar? De me expressar? Que bom que eu tenho!
Porque a dor que tá aqui dentro é tão absurda que eu provavelmente calaria perante tudo isso mas eu preciso falar.
Me diz o que eu posso fazer quando não recebo um Bom dia, um abraço .. quando eu não tenho um chão? Não me julgue por tão pouco. Entenda que eu precisava parar de chorar. Eu precisava parar de me machucar todas as manhãs ao ver que os olhos dele já não brilhavam pra mim. Meu Deus, eu preciso falar que todas as músicas, todos os textos, todas as lágrimas, todos os sorrisos, todo o amor que existia em mim era pra ele? Quantas vezes eu não deitei chorando pedindo pra que a gente pudesse dar certo um dia , porque eu acho que eu morreria se eu perdesse ele de vez! E no fundo eu ainda acho! Sei que se eu tiver que suportar ele me condenando também eu não vou aguentar. Mas como eu poderia parar a minha vida por alguém que pode estar interessado em outra pessoa? Eu não posso esperar ele voltar ... porque se ele não voltar, eu não sei o que eu vou fazer!
Quer saber? Já falaram que é Amor, talvez até seja. Eu sou apaixonada por cada detalhe nele. Não que essa seja a maior declaração de amor que eu deva fazer, ou já tenha feito. Eu preciso dizer que eu tô fazendo isso porque eu acho que vai ser melhor pros dois. Porque eu gosto demais dele .. pra fazer ele ficar preso em mim...
"E que Deus perdoe meus pecados... Porque eu não vou me perdoar por te perder..."
Nunca..




E quanto a Amanda...
você me disse que ficaria comigo até o fim..
não me abandona por favor...
não quero ficar sozinha agora...

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Quem procura, acha.

...
Eu ...
Amanda pelo amor de Deus... me tira disso.
Não tem uma santa alma pra me colocar no colo agora.
BOSTA ...
...



não diz que vai passar porque não vai.

Lay.

Acho que não gostei das combinações.
Mais tarde eu troco. Hora de criar vergonha na cara e lavar o cabelo!
Bejo \o/

;@

" Se a fé remove até montanhas, o desejo é o que torna o irreal visível
Não é por isso que eu não possa estar feliz, sorrindo e cantando
Não é por isso que ele não possa estar feliz sorrindo e cantando
Não vou dizer que eu não ligo, eu digo o que eu sinto e o que eu sou
O problema é que eu te amo,
não tenho dúvidas que com você daria certo
Juntos morreríamos,
pois nos amamos e de nós o mundo ficaria deserto"



feliz, feliz feliz!
Caracas! 5 pro meio dia! Tou indo pro ponto!
A música? Entenda como quiser!
;-)

Vai na ETE, Kah!


BjO.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

há!

É .. eu tô melhor sim. E por favor não venha me questionar o motivo da queda. Frescuras a parte eu estou maravilhosamente bem. Humpf!
Ete again anda again! Aulas do Emerson again and again and again!!!
Fazendo nada again and again and again and again and again... ahusduhasuhd
Normal. Aqui na ETE ainda não me estabilizei. Mas enfim... Si levou um puta tombo e estourou a boca, os olhos, a cara todaaaa. Tá lá com 5 pontos no lábio, metade do aparelho perdido, olhos inchados, joelhos destruídos, mão destroçada. Nenhuma parte do corpo quebrada não. Mas o pobre do cachorro que entrou na frente dela, definitivamente não sobreviveu pra contar a versão dele. Patê de Dog.
Mas ela tá viva, isso que importa, e eu espero sinceramente que ela crie um pouco de juízo. E se ela não souber o que "isso come", eu mostro!
Esquecendo Si, Ete, Cachorro e o cheiro absurdo de lanche que tá ACABANDO comigo... Tô extremamente preocupada com minha mãe.
Claro, porque não é todo dia que sua mãe ajoelha no banheiro, implora pra sua avó (que já morreu) parar de voltar a sua lembrança e reza pra que Deus ajude suas filhas porque ela já não sabe se vai conseguir. Não, e não entrei em desespero. Imaginaaaa, nem sei d onde eu tirei forças pra fazer minha voz sair pra rezar junto com ela. Eu estava topando tudo pr não perder a minha mãe pra uma dor ridícula que quer tirar o coração dela do peito. Sei lá se isso tem a ver com os 6 anos de falecimento da vó (hoje). Ou se é só a crise de depressão que tá voltando. Sejá lá o que for, me assustou. Muito mesmo! Só quero que ela fique bem de novo.
Eu devo estar uns 3 quilos mais gorda meu Deus! Bom pelo menos foi o que o sr. Rudson insinuou hoje quando me viu! Não sei se foi porque confundi o nome dele com o do Afonso ... apesar de que ele disse isso antes de eu cometer esse pequeno erro...
Pequeno mesmo tá! Só chamei ele de Rudson Pantoni... na hora nem lembrei que era Nunes. Ahh que ele me perdoe, mas o conceito dele não tá lá tão alto assim pra ficar exigindo que eu me lembre do nome dele! Fazer o quê se mal tenho a atenção dessa peça!
Enfim. Depois de falar que eu estou masi gorda (será que a feijoada, o pavê, o bolo e o sorvete fizeram tanto assim comigo?) fez o favor de quase tirar minha mão com uma correntada, e depois inchou meu queixo com um tapa na fuça! ¬¬ Só perdoei porque a culpa foi minha... Mas que dueu, Ah dueu!
Faltam uns 5 minutos pra bater o sinal pro intervalo e eu tô sofrendo INTENSAMENTE a dor de ter de permanecer aqui até A ÚLTIMA AULA! Isso não é vida mesmo. Mas no fim de semana tem Roupa Nova e eu já me sinto mais feliz =).

Tem tanta coisa que eu quero falar mas que não sai. Tanta coisa que tá incomodando aqui sabe. Tá parado, intalado, saturado. E eu quietinha tentando fazer descer.
Bateu o sinal!
Tenho que irr

Bju
Boa noite

Hello! ;-)

Aqui, mais uma noite emocionante na ETE... E adivinhe?! Yeah! Na aula do Emerson!
Coitadinho ¬¬'
Cheguei na 2ª aula porque simplesmente o Paiva se recusou a parar pra mim e pra mais um milhão de pessoas no ponto... Desceu nos meus conceitos! E eu que inocentemente gostava tanto dele..
A Carol tá no PC do meu lado, na busca incessante por um BLOG em especial... Acho engraçado, mesmo porque BLOGs se tornaram tão banais entre nós e cadernos tão incomuns, que acho que prefiro as boas e velhas de papel.
Ham, não fui no estágio hj... E senti falta dele sim, não nego, mas só um pouquinho. Porque a falta do que fazer e toooodo o tempo oscioso nas benditas palestras do tipo "Não se droguem galera" me deixaram insensível, anestesiada... Sei lá.
Mas foi legal, deu pra chorar e saber que esse mundo ainda tem jeito.
Enfim!
Danny e Rú brigaram, o que é REALMENTE um coisa relevante e digna de citação... Não entendi direito, mas não estão se falando. No mínimo estranho.
Carol também tá estranha, mas acho que são pelas coisas que acontecem com ela e que ela não gosta muito de me contar... Acho que me contaria se considerasse que eu devesse saber.
Minha mãe também tá estranha. Tá calma, tá me tratando daquele jeito tipo "tem comida, esquente se quiser" e "você é quem sabe da sua vida"... Não que isso continue me magoando, mas ela é a mulher que faz de tudo pra ferrar com a minha felicidade! E ter ela tão assim "light" me assusta. Meu pai, mesma coisa.... Aquele lá não muda nunca. É ele quem transforma a minha vida no único pedacinho de céu do qual eu desfruto nessa vida.
Ah! Mas deixa eu dizer! Si tá arrebentada! Sofreu acidente de moto, levou ponto, tá com a cara inchada, aquele horror... Já entrei em depressão, né? Assim do nada a menina quase morre.. Não sei, acho que já me cansei de dizer pra aquilo lá não se matar, acho que já cansei de recomendar cuidado e fechar o trinquinho do capacete todas as vezes que ela sai de casa... Tou com raiva dela. É uma egoísta, uma sem noção!!! Depressivíssimo! Ain que ódio! As pessoas quase se matam e depois vêm com um sorriso entregar atestados médicos na escola... Rrrrrr!
São 21:10... e já vai bater o sinal.... Minha freqüência tá em 61%... Eu devia ter vergonha.
Sei lá, sei lá.
Ainda tou consertando isso.
BjO.

Sua Amanda.

domingo, 11 de maio de 2008

... Não deveria escrever

Tá duendo.
Muito.
Demais.
E eu não tenho o que fazer em relação.
Não me pergunte o que.
E não espere que eu fique no chão.

Mas eu sei que uma hora eu não vou suportar. E chorar sozinha não me acalma mais.

Domingo... And I.. here again.

Domingo dia das mães.. Acho que deveria falar um pouco disso, mas sinceramente não sou muito ligada a datas e talz... É como o Natal e o dia das crianças... Comércio e só. Mas claro que faço o meu pai me dar presente no dia das crianças (abafa!).. O que acontece é que ninguém aqui em casa se importa muito com isso não.. Sequer a minha mãe liga.
O que mais conta pra mim é o que a gente faz todo dia por uma pessoa, não o que você dá à ela num dia só... Sei lá.
Tou procurando cuidar de todo mundo que é realmente importante... Embora esteja me enrolando com meus próprios sentimentos e me sentindo um lixo por não conseguir dar a atenção que todo mundo merece.
XehH... Pareço a Caroline falando.. Mas acho que entendo o que ela quis me dizer um dia desses aí.
Bom, tenho o grandissíssimo prazer de informar que acabei os odiosos trabalhos da dependência da Cris agorinha... De qualquer maneira só faltam os por menores.. Tipo a capa. ¬¬'
Dê disse que vinha aqui hoje... Mas ela sempre diz e nunca aparece.
Si quer que eu vá na festa do Pitéu com ela hoje... Levando-se em conta que ela vai trabalhar na farmácia até às 10 da noite, eu suponho que voltarei pra casa de madrugada e de moto... Porque os ônibus acabam às 11.. Então muito obrigada, mas não obrigada.
Amanhã é segunda e eu vou pra Guará estabilizar a freqüência e me livrar da prova de matemática... Tudo de uma vez só, sente a sorte!
Enfim! Tou mais light que ontem... Acho que depois de descobrir que era na verdade aniversário da filha dele, me senti mais.. -não tem outra palavra- idiota.
Ele devia ter dito, Deos! Devia mesmo! Que coisa horrível... Me sinto tão burra...
Aliás, me sinto infantil.
As vezes acho que preciso de férias de mim mesma, sabe... Dessa minha cabeça que não pára...

"Quero ficar vazia e dormir nos braços de um anjo"

Vi isso em Cidades dos Anjos ontem... Quando ele não podia estar com ela do jeito que precisamos... Sentindo e estando junto. É triste aquilo, sabe... Caracas. Desencontros são definitivamente ruins, não poéticos como eu pensava.
O caso é que... Ah, não sei qual é o caso de verdade.
As coisas me parecem uma coisa, são outras. Aí eu estresso e digo o que eu tenho na cabeça e depois me arrependo... Já cansei dessa vida.
E eu arrisco dizer que mais gente já se cansou dessa minha postura impulsiva...
"Quem nesse mundo faz o que há durar?"... Bom, eu tento. Mas não sei se estou conseguindo.
E ele está mais certo do que imagina estar. Tem muito mais coisas acontecendo... Mas eu não admitiria isso pra ele nem sobre tortura. O combinado é contar só o que tem a ver com ele... Qualquer outra coisa, é só a minha maneira idiota de martirizar.
Huahauhauahua! Uma pessoa louca - que eu nem imagino quem - acabou de me dar feliz dia das mães pelo MSN... Deus! Quem será? Deve ser um namorado louco da minha prima... Só pode.
Alright!
Acho que tou sendo superficial em post de novo... O que significa uma boa coisa, porque como eu já disse só consigo me ver superficial quando estou feliz o suficiente pra fugir da depressão... Não que eu esteja um poço de felicidade, mas depressiva também não. Só tou com medo. Medo de estar complicando pra valer. Indo mais pra dentro do que deveria, dizendo mais do que deveria, sendo mais do que eu sou.. Medo de acabar mal, medo de fazer as besteiras inconscientes que eu sempre faço quando tudo resolve se acertar. É só medo de errar, não medo de viver e dar o melhor...
Danny no MSN! Finalmente... Ela tá em depressão. Qdo me envolvo com a dela, me esqueço completamente da minha.
Tou indo, tou indo.
bJo.

sábado, 10 de maio de 2008

I'm back again...

E mais química me persegue. Ainda não consegui começar o segundo trabalho...
Ainda não consegui melhorar o meu humor, ainda não consegui coragem pra lavar o cabelo... Ainda... nada. A vida continua a mesma coisa... E eu que pretendia começar a ler a biografia do Chico Xavier hoje, me pego sem tempo pra merda nenhuma, como em qualquer outro dia da semana. São 17:37, meu pai acabou de chegar com pão...
E eu acabei de mandar um e-mail pro Cláudio pra ver se eu consigo autorização pra faltar na segunda.. Autorização... namorado? Nããão, chefe!
Ain, ain... acho que até já me acostumei com esse tipo de coisa.. Acho que já me acostumei com tudo. E sou grata por ter obtido esse tipo de resistência desapercedida de medo e culpa e redomas invisíveis. É... o indiscutível prazer de quebrar a cara...!
Enfim!
Tá frio.. frio, frio! Tou aqui com café e edredon na frente do PC, imaginando se a Srta. Danielle foi mesmo pra igreja como disse que ia... Humpf!
Carol foi pra Cruzeiro assim do nada, né? Nenhum e-mail... nothing. Ok! Nós superamos.
Si provavelmente vai estar trabalhando esse fim de semana, o que a exclui da minha curtíssima lista de "pessoas a recorrer quando a vida se torna uma merda". Paulety mora em Canas e é excluído também quando o problema acontece no fim de semana. Razão que desconheço. Kah tá em cruzeiro. Danny deve ser da Marina hoje e amanhã... Rudson deixou de ser alguém com quem contar há muito, muito tempo.
E se quer saber, eu vou é ficar com o Kurt dois dias inteiros. Ouvindo e amando o único homem na face da Terra (no caso, debaixo da Terra) que realmente vale a pena. O único que vai me ter por inteiro- como eu digo.
"Eu nunca disse que prestava" é um wikisite (ah, tipo uma comunidade) dele no limão. Humpf! Ele nunca disse e eu nunca acreditei!
Eiiiita, essas coisas me fazem rir às vezes. Acho que pessoas intelectualmente estimulantes não me surpreendem tanto quanto antes. De uma maneira ou de outra, eu sempre encontro uma coisa que me faz dizer "Arrá! Então você não é tão perfeito assim!"... Não posso evitar.
Ontem uma frase que quase- quaaaaase- saiu da minha boca botaria tudo a perder... Fazer o quê? Eu tento não rotular, tento não acreditar que não passa de uma coisa que passaria se eu deixasse... mas sinceramente? Não sei se vale a pena não.
Ah sei lá! Sei que hoje tá tudo um saco. Sinto o cheiro dele, mas quero que vá embora.
Mas sabe, eu sempre fui do tipo que corre atrás do que faz bem... Faz bem isso? Não deixe ir embora... Razão pela qual não me casaria nem me separaria.
Enfim! Acho que é hora de começar o bendito do trabalho de química. Coragem.

All we need is just a little patience.

...e a felicidade nem durou tanto, né?

13:15, terminei o primeiro trabalho de química que prometi copiar (yeah! m-a-n-u-s-c-r-i-t-o!!!) pra dependência da Cris... Por quê? "Ah, porque ela tá grávida!". É isso que eu tou dizendo pra todo mundo que me pergunta o por quê de eu estar fazendo trabalhos da matéria da minha grade escolar que eu mais odeio... Mas o caso é que amigos são pra tudo no mundo, até pra química.
Ontem teve o churras na casa da Amanda. E só não foi perfeito porque as minhas dores não permitiram. Ontem eu ri, eu chorei e tentei convencer uma mulher de 40 anos (a tia Rose) que a filha já tinha idade mais que suficiente pra assumir um namoro e ainda sem dar cabo dos estudos. Bom, eu tentei. Ontem eu me senti suja o suficiente pra entrar em casa aos prantos 7 da noite e me enfiar debaixo do chuveiro por meia hora... Ontem eu fiz de tudo pra esquecer, ontem eu fiz de tudo pra tentar não perceber e não gritar e não dar pitti perto de ninguém que não eu mesma... num dia que não era pra ser meu... Ontem eu fiz de tudo pra não externar as verdades que o Cláudio realmente está precisando escutar. Ontem eu fui mais forte do que eu conseguiria em muito, muito tempo. Ontem eu fui falsa comigo mesma e com o que eu sinto de verdade. Ontem eu escutei sem vontade alguma de opinar ou me envolver, opinando e me envolvendo. Ontem eu me confundi mais, me anestesiei mais, fechei mais os olhos... compliquei mais. Ontem eu assumi que pessoas estão indo embora, e outras me levando consigo.
Não quero mais ter vivido o dia de ontem, não quero mais ter acertado ou errado, só quero acordar e fazer- definitivamente- tudo diferente.
Custava me abraçar um pouquinho? Custava não brisar com aquelas MINHAS músicas, me fazendo pensar que no que ele pensava era em Marcelly e ex-mulher? Ah, por favor não me subestimem! Francamente!
Acho que no fundo mesmo, mal vejo a hora deste ano ir embora... simplesmente ir e me deixar menos, menos marcas do que eu mereço carregar.
E que segunda-feira ande logo pra me devolver aquele quê de "everything is gonna be alright" no qual nem eu mesma consigo acreditar plenamente...
E que eu não me esqueça de que a minha teoria de amores vêm e vão nunca esteve tão fundamentada...
E que eu não me sinta mais culpada, que eu não me machuque tanto, que eu consiga me adaptar, que eu não me obrigue a ouvir Janis Joplin e Cássia Eller mais nenhuma vez hoje pra me sentir mais poderosa, mais homem, menos mulher.. Que eu não resolva quebrar a cara do Paulo-de-Silveiras por simplesmente me ignorar e fazer de conta que eu não existo. Que eu não me martirize mais, que ela não me martirize mais. Que a vida corra bem daqui pra frente, que a Caroline resolva desabafar o que ela precisa... mas que ninguém mais me faça depósito de frustrações e desafetos... porque eu me perderia... e acho mesmo que ninguém se disponibilizaria a encontrar...
"Só quero alguém que me dê as mãos... e chocolate."

.. Só uma música

Não sei porque eu não perguntei
Queria tanto escutar
Você falando frente a frente
Que não iria acabar

Mas acontece sempre assim
Eu não podia acreditar
Eu não entendo como tudo foi saindo do lugar

Tanto q eu tentei dizer
Você ouviu só o que quis
Mas impossível realmente
Era tentar ficar feliz

Vivendo um mundo de ilusão
Você enganou seu coração
E eu no meio disso tudo tentando sair em vão

Nem sei como te explicar
Porque o amor foi acabar
Só o que eu posso te dizer
É que desse jeito não dá mais pra ser

Se revelar o seu coração
Vai ver que foi só ilusão
E realmente você quis estar comigo mas não ser feliz

Mas porque mentir se tudo que te falei
Que eu quero só você

Lembro o quanto eu expliquei
Que eu não posso fazer mal
A quem só me quis tão bem

Cada um foi pro seu lado
e agora tá tudo bem


.. Bom feriado
Tô indo pra Cruzeiro.
BEjo

=**

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Pós Festa

Por que sempre eu tenho que sair machucada?...
.. Ai ai .. Moreno, tô torcendo por você...minha menina.


Amanhã é um outro dia.

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Ete de novo

.. Meu professor tá conversando provavelmente sobre futebol. O santo Flamengo dele. E eu e a Manda no blog. Humpf! Bem que eu queria ir pra festa mas acredito que não será possível. Minha frequência não tá lá grandes coisas.
Como vai? Nada bem, obrigada!
Ah tá tudo uma bosta! Bosta! Bosta! .. Tirando os vídeos que ficaram interessantes. Tá tudo uma bosta! Eu não quero mais brincar de nada. Essas coisas estão chatas!
Tô triste pra falar a verdade sabe. Mas não acredito que exista algo que possa ser feito agora. E eu vou ter que me acostumar com essa situação estranha e horrível! Tá eu eu tô sentindo falta sim! Eu tô realmente sentindo falta do meu Tigre. Do meu menino. Daquele que me abraçava pra me proteger do frio. Mas depois do que eu falei e depois do que ele ouviu... acho que não dá mesmo não.
E toda aquela emoção que eu tava com u outro lá? .. Ah.. certas coisas simplismente nunca mudam NEH?
Mudando o rumo da prosa.
Tá frio! Tá muito frio, Paulety não veio na aula hoje e eu tô pensando no que eu vou fazer pra sobreviver aos 10° de Cachoeira!!! Caso eu morra de hipotermia (é possível isso?) que fique bem claro que eu AMO a minha mãe. E que queimem meus cadernos. Mentira. Deixa pra... deixa pra... ih. Deixa pra quem? ... Queima vai!
Então entre casacos e calças e meias e luvas eu sobrevivo dormindo nas aulas da manhã e internetiando nas aulas da noite. Claro que eu tinha que escolher os dois piores períodos pra estudar né. ¬¬
Que subir no morro da mão fria. Mas "acompanhada".
Caraaaa que será que os meninos estão vendo aqui do meu lado heim? Tão com uma cara de tarados que PeloAmorDeDEos! Homem é tudo igual mesmo, não importa a idade.
Então... Não entreguei os programas de DS. Tô aqui só pra esperar o tempo passar e daqui a 3 minutos bate o sinal.
Melhor eu parar de tagarelar coisas sem sentido e irmeee...


AHH EU VOU NO SHOW DO ROUPA NOVAAAAAA
UHULLLLL
eu gosto tá?! Oo



Que eu sobreviva à indiferença... e consiga terminar mais um dia sem derramar.. esquece. O dia de hoje já está marcado.
Buenas Noches
Talvez eu volte na aula de GSO.

E de novo as aulas do Emerson rendem posts..

Tou aqui, na aula do Emerson, vulgo (aiin ke palavra feia!!) Geléia. Ele é até muito simpático, entenda, aperta minha mão toda a hora que me encontra na escola.. Mas sinceramente não consigo me empenhar muito mais nas aulas dele não. Kah de um lado, Daiê e Tammy de outro... Estamos nós em mais um dia de frio intenso na ETE... Cheguei na 2ª aula porque simplesmente não consigo mais ser forte o suficiente pra chegar no horário que deveria... Amanhã! Amanhã eu chegarei.
Tou com a aliança do Paulo, estava com o Thi dormindo em mim agora no teatro da enfermagem, estou com um chupão totalmente visível no meu pescoço do Cláudio e tá friiio! A vida tá difícil, isso é fato. São 21:02, mal tou freqüentando a escola e Carol quer ir na festa do Pitéu depois do intervalo, o que seria daqui a 15 minutos... "-
Ana stressou com o Thi, porque ele tava comigo e com a Kah durante todo o tempo (o que definitivamente acentuou o meu bom-humor) ;-)
Amanhã não tem ETE nem pra mim nem pra Kah porque nós vamos -ou pretendemos- ir no churras na Amanda. \o/
Enfim!
Peguei carona com o cobrador do meu ônibus hoje! Fiquei chocada com a minha cara-de-pau..
-Indo pra Cachoeira?
-Aham.
-Quer carona, moça?
-Quero!
Detalhe: pergunte-me o nome do colega e será uma boa pergunta.
Ah, tava sem coragem mesmo de enfrentar o circular hoje...

...
Si tá estranha...
Tomara que ela tbm queira ir no Pitéu... Aí tem carona de moto.. ¬¬'
Acho que me recusarei a andar até lá com esse frio...
Meu dia foi bom! Só pra constar... Faz tempinho que eu não passo por aqui, porque na verdade, toda vez que começo a escrever, acabo com aquela sensação de que o post tá meio superficial. Mas sinceramente eu acho que quando se está tão feliz como eu estou, a forma como escrevemos se torna banal. Post bom mesmo é aquele depressivo, qdo é escrito por entre lágrimas... Pessoas felizes são chatas, é uma conclusão a que eu cheguei. Então enquanto eu estiver feliz e estiver achando meus posts superficiais o bastante pra dar nauseas, prefirirei nem passar por aqui...
Ui! 1 minuto pro intervalo... o sinal já vai bater... e é isso!
bjo, bjo!
Até a próxima depressão... ou sei lá, sei lá.

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Maio

Um desespero absurdo que agora toma conta de mim, sabe-se lá de onde vem, me tira a concentração, a emoção e faz escorrer pelo ralo toda a sólida segurança que eu construi durante todo esse tempo de pé.
Foi essa sensação horrível que me fez querer gritar na aula de matemática, me fez querer entrar na minha blusa e sumir antes que alguém pudesse realmente notar a minha presença. Eu estava tão certa de mim...
Mas claro que tudo isso tem que vir pra me dizer que tudo é tão passageiro quanto essa sensação. É realmente necessário fazer com que eu feche os olhos e reveja todas as cenas? Eu não gostei do filme! Mas tá passando agora... eu vejo cada detalhe, eu lembro cada palavra, eu sinto cada arrepio que me fez querer morrer (não, não é uma hipérbole!). E hoje o ar faltou e eu parei pra sentir meu coração bater. Como eu fiz várias vezes quando não conseguia acreditar ou entender. E quando ela me escreveu que era tudo um pesadelo que logo iria passar... eu vi que não era um pesadelo. Já foi real. E eu não sei como fazer ir embora sem que eu vá junto.
E as coisas que aconteceram, Tigre ou Peste não fazem a menor diferença quando EU não estou respirando!
Ando digitando demais, pretendo voltar a escrever no caderno.
Tô me sentindo uma criança acuada. Que merda! Eu não consigo nem ao menos chorar! Aperta, aperta, aperta, aperta e aperta! E as músicas não ajudam, as pessoas não ajudam, a situação não ajuda, os dias não ajudam. Eu não ajudo. Que pensem que é drama, porque enquanto eles me olham e pensam isso, eu tenho tempo pra pensar na disculpa que eu vou dar por estar mentindo.
Em que mundo eu fui me trancar?
Se alguém estiver vendo a porta, faz o favor de me indicar a direção. Eu agradeço.

Boa tarde.

domingo, 4 de maio de 2008

...

Brisa e brisa...!
Nada realmente relevante!
Nenhum e-mail que valha a pena, ninguém no MSN que interesse (fora a Kah, te amo, amiga!)...
Mas só pra constar que eu tou on... Ou tava!
Geeeente o Júnior tá mesmo batendo um bolão!! Coooomo assim eu nunca percebii?!
hauahuahauahu
depressão!
Tudo em paz!
Sono... eu tou bem e everything is gonna be alright!
Amanhã é começo de semana... Saudades dele, saudades dela- por incrível que pareça.
BjO.

Boa noite!
... Depois de um churrasco ao qual fui apresentada como NAMORADA. Eu estou aqui. Nãooo ele nem negou o fato! Não que eu quizesse que ele negasse.. mas nesse vai não vai, fica difícil. Espero que Danielle e Marina entendam que quando a pessoa que você tem um breve romance durante um certo período de tempo, te convida para ir a um lugar onde você já tem o posto de namorada, fica dificíl não sentir ciúmes das amigas que provavelmente irão tirar ele de você. Sim, eu ainda sinto ciúmes delas, e de todas as outras que conseguem mais da tenção que quando estamos sozinhos é dedicada unica e exclusivamente A MIM!
Mas olha que esse churrasco não me disse nada demais não vio. Depois de anos e anos a gente percebe que algumas coisas simplismente nunca mudam. Claro, eu espero o que? Um beijo roubado? Ou que ele me proteja do frio? Sei lá de repente um abraço que diga que há algo que pode mudar... Acorda pra vida! Eu não tenho um namorado! Eu tenho um projeto de um! E há quem diga que isso dá casamento! Hahaha mas nem que eu esteja em côma alcoolico! Nada pessoal, só Deus sabe o que eu já fui capaz de fazer por esse menino, que segundo Daiê, é o amor da minha vida ¬¬.
Ouvi esses dias que não se pode ter tudo. Claro.. ou eu tenho quem eu gosto, ou eu tenho quem seja normal. Como a normalidade em Lorena não é algo realmente comum... Eu prefiro estar com alguem que no final das contas vai ser meu amigo.. do que estar ao lado de alguém que brinca com todas e ainda diz gostar de mim. Humpf! Como eu tenho opções meu Deus!!! Mas eu tenho fé que um dia tudo isso passa. É só fase de adolescente! No fim, e eu espero que esse fim exista, nós vamos olhar pra trás e rir de toda essa coisa indefinida da nossa juventude transviada. E eu vou conseguir ter um caso concreto. uhhuhu .. Abafa essa parte, porque não sei se acredito não uhuhhu

Posso falar muito claramente?
O Afonso não presta. E não sei se um dia ele vai tomar jeito não. Que ele não é pra mim, isso ficou masi do que claro nesses ultimos dias... E eu espero que ele caia de 4 por alguém e entenda tudo o que eu fiz. Alguém vai ter que mostrar pra esse garoto que é feio brincar com os sentimentos alheios! É meu querido.. as pessoas também têm sentimentos!!! Não existe só você no mundo.

Mais claramente ainda?
Rudson jamais será o tipo "namorado perfeito" ... mas mesmo nessa p***a de imperfeição, a gente continua se catando! E sabe-se lá DEus se isso é porque não conseguimos sentir o mesmo por outras pessoas, ou se é porque realmente estamos ligados... Pesti, Pesti... quando é que você vai DIZER o que quer, e quando eu vou SABER te entender? Que o tempo guarde em nossas lembranças as coisas boas que a gente descobriu junto. E que Deus perdoe meus pecados, porque provavelmente eu não me perdoarei por te perder...
O tempo vai mostrar o que é melhor.

Eu estou tão cansada que dormiria durante três dias seguidos. Mas tem tanta coisa a ser feita quw provavelmente me assassinariam no final desses três dias.
Aiiiii eu preciso de ajuda!!!!!!!!!!!


Boa noite!!!

Você tem visto a chuva?

Creedence Clearwater - Have You Ever Seen The Rain?

Someone told me long ago
There's a calm before the storm
I know, it's been coming for some time
When it's over so we say
It'll rain a sunny day
I know, shinin' down like water
I wanna know, have you ever seen the rain
I wanna know, have you ever seen the rain
Comin' down on a sunny day
It's today and days before

Sun is cold and rain is hot
I know, it's been that way for all my time
Till forever on it goes

Through the circle fast and slow
I know, and it can't stop I wonder
I wanna know, have you ever seen the rain
I want to know, have you ever seen the rain
Comin' down on a sunny day
I want to know, have you ever seen the rain

I want to know, have you ever seen the rain
Comin' down on a sunny day


E que música te faz bem?!
;-)

sábado, 3 de maio de 2008

Uma ajuda por favor

Pelo amor de Deus Amanda Coutinho Costa de Oliveira não me permita cair na lábia de sr. Afonso Pantoni Neto never more! Por que agora dani-se se alguém realmente vale a pena! Ele eu sei que definitivamente não vale!
Atraso de vida?
Então que seja!
Tomei minha decisão.
Imagina só a cena:
Criança 1: Me deixa pegar seu brinquedo?
Criança 2: Não.
Criança 1: Por que não?
Criança 2: Porque não.
Criança 1: Mas eu não vou quebrar!
Criança 2: E daí?
Criança 1: Por favor!!!!
Criança 2: Não! O brinquedo é meu, eu que mando!

Agora associe a esta cena:

Carol: Pai deixa eu ir dormir na Mah?
Pai: Não.
Carol: Por que não?
Pai: Porque não.
Carol: Pai mas eu não durmo lá desde fevereiro!
Pai: E daí?
Carol: Não custa nada!
Pai: Não! Fica em casa mesmo.

Sentiu alguma semelhança?
Só faltou ele me dizer que eu sou dele e que ele é quem manda. Coisa que não foi necessário porque já está subentendida na tonalidade do "Não" dele.
Sem querer parecer a Adolescente Rebelde, mas .. poxa, venhamos e convenhamos, ele nem conseguiu arrumar um motivo que pudesse realmente me convencer. Ele nem tentou! Tenho ou não motivos pra acreditar que é por puro gosto que ele não me deixa fazer certas coisas?
Terei de contar aos meus filhos (caso eu os tenha) que meu pai era uma perfeita CRIANÇA aos 40 anos de idade! Ah fala sério! Nem minha irmã não faz isso! É quase rídiculo tudo isso. Eu no auge de meus 16 anos presa em casa com um pai que definitivamente não sabe diferenciar autoridade de poder.
Ai eu fico putinha e simplismente paro de olhar na cara dele, e ainda sou taxada de "rebelde"! Ahhh falando claramente: Vá para o quinto dos infernos! Não que eu mande meu pai a este lugar com frequência. Mas nem Madre Tereza de Calcutá não conseguiria segurar!
Estresses a parte, porque eu já disse que eu vou mudar a frase "Quando você for grande irá me entender.." pra "Quando você abrir os olhos, vai ver que eu cresci antes mesmo de você!"

Então.
Well. Confusa ao cubo. Eu realmente agradeceria com todas as minhas forças se sr. Rudson Nunes entrasse nessa porcaria de MSN hoje pra que eu não tenha que falar tudo depois. Mas ele insiste em não aproveitar meus momentos de coragem, tirados sabe-se lá Deus de onde! Ai quando eu não.. ELE ENTROU!
Ui.. mas agora perdi a coragem.


Quase uma da manhã e eu com uma dor nas costas absurda. Alias, ontem eu ia postar sabe... mas tive um pequeno problema com meu útero. Eu não conseguia me manter de pé! Ele não me permitia esticar meu corpo. ¬¬ Quase morri de cólica ontem. E quem é mulher sabe o que é quase morrer de cólica! Desde a primeira chuva nessa situação em que eu me encontro no presente momento, nunca mais tive paz!

Mais de uma agora. =)
E meu Deus..
Acho que agora as coisas se complicaram de vez.
Meu Deussssssssssssss

Boa noite!!
Não que eu vá dormir...
Mas o msn tá bom aqui =*



Amanda não se preocupe criança.
Eu ainda to viva!

Sábado.

Ai, ai.. É sábado. Já é sábado ou AINDA é sábado? Não consigo me decidir.
Acho que não quero que esse fim de semana acabe tão rápido assim... Acho que posso esperar mais um tiquinho pra enfrentar a fúria da Danny, ou a indiferença do Rudson, ou a cara-de-pau da Si (que hora me irrita, hora me faz rir). E por falar em Simone, ela veio aqui hoje, com a maior cara lavada, dizendo que estava com saudade e pra me convidar pra ir na Delux... Humpf! Vê se eu posso com essa menina?! Se fosse ontem, eu até iria, mas fala a verdade...
Enfim!
Saí hoje de manhã pra andar na city e comprar o tênis que eu estava precisando, e como eu odeio Lorena aos sábados! Devia, devia MESMO ter chamado a Kah pra ir comigo! Não encontrei ninguém conhecido, o que foi um alívio porque eu estava com tanta preguiça de lavar o cabelo que tá parecendo que eu resolvi fazer algum tipo de penteado experimental-bizarro (com S?)...
ELE no msn... Vou esperar pra ver se fala comigo... Ain, ain..
Não que faça alguma diferença (FAZ).
Vida, vida...
Tou preocupada com a Carol... A gente ainda não conversou o suficiente pra que eu me tranqüilize... Ain, tédio!

Té +!

Ao Rudson, o amigo que está partindo de novo...

Ainda preciso de você perto de mim. Não pode ser tão ruim aceitar isso, eu sei. Mas eu não quero fazer outra vida onde você não se encaixe.
Não me coloque para baixo, não tire esse sorriso do rosto ao se despedir. Não era pra ser tão perfeito, era de ser esperar que não fosse. Não me coloque para baixo!
Não precisa esperar por nada. Se passar das 7 eu não aparecerei mais. E não fique tão decepcionado ao descobrir que, no fim, somos todos seres humanos burros como todos os outros.
Me dê as mãos, me leva daqui. Me dê as mãos, deixe que eu guie você. Eu te disse mil vezes que não precisaria vir se não fosse pra ficar.
Não me complique demais, não deixe que compliquem. Não me deixe pra depois. Se você chamasse, eu viria correndo. Não pense que eu me esqueci de quem você é, não pense que esqueci que eu encontrei sensibilidade em você.
Queira antes de querer que eu queira. Cobre-se antes e depois vá pegar o que falta comigo. Ouça o que estão gritando aí dentro de você antes de querer vir gritar para mim essas frustrações insosas, sem sentido.
Arme-se antes de pedir que eu abra minhas janelas para o que lhe parece tão bom. Não me substitua por ninguém, eu nunca colocaria alguém no seu lugar.
Me deixe com minha impaciência, não me obrigue a ser paciente pra conseguir as coisas do seu jeito certo. Mas tenha paciência comigo. Me deixe com a compreensão. Me ensina a entender, me ensina a querer mais intensamente, me ajude a deixar ir embora. Me explica direito essas rebeldias pra que não continue pensando que no fim, você apenas tem sido falso. Me mostra o porquê de ter se distanciado tanto, me mostra o que eu fiz pra que você me faça pagar, e eu pagarei mais. Eu não brinquei com você, e mesmo pensando em mim o tempo todo, deixei menos marcas do que teria deixado em qualquer outra pessoa.
Não alicie ninguém, não seria necessário se o que você quer é me machucar... E eu te pedi tantas vezes que não me deixasse sozinha...
Sinto sua falta... Às vezes perco o ar lidando com essa dor e dizendo pra mim mesma que não dói.

Rú, o que houve com você??

I don't know how I'll feel...

Acho que hoje não estou pra papo.
Hoje eu não quero ter de aturar segredinhos, ou esperar que olhem pro lado. Não sei se suporto mais de 10 minutos esperando por uma palavra que tenha sentido! Algo que não seja egocêntrico. Eu sei, eu sei. Deveria estar na minha cama olhando pro teto e me descabelando por não ter seguido ao pé da letra o que a Amanda me mandou fazer. Mas ah! Não deu! Olho prum lado, nada que preste. Olho pro outro, presta menos ainda! Assim fica difícil a vida né!
Daqui a pouco tem crisma e eu tenho que ir lá firme e forte passar algo que pra variar eu não sei se acredito. Só porque a Santa Ceia foi a primeira missa. Não que eu desacredite em Deus, mas... só tinham homens por quê? Não tem uma mulherzinha que seja. Se perante Deus todos nós somos iguais, então porque as mulheres não participaram dessa primeira missa? Cadê Maria Madalena que foi perdoada, ou até mesmo a própria mãe dele? A igreja diz que devemos ser discípulos e pregar a palavra e talz e talz... mas naquela época nenhuma mulher fazia isso certo? E ... de homem em mim só o excesso de testosterona que segundo meu exâme é quase imperceptível!
Humpf! Tem tanta coisa que eu não consigo entender.. Como por exemplo por que é que musicas assim me fazem ficar boba e me desviam do meu assunto ¬¬ . Caraaa que foi que eu fiz pra merecer isso? Eu não tenho porque me preocupar tanto assim. Ninguém liga mesmo! Medo de perder .. sei .. há! E eu realmente nasci ontem, e o papa é gay!
"Quando a gente gosta é claro que a gente cuida
Fala que me ama só que é da boca pra fora.."
Ninguém ama ninguém..
Pra falar a verdade o que anda rodando na minha cabeça é aquela da Avril lá, sabe a que ela diz que tenta acreditar quando ele diz que tudo ficará bem... Mas não consegue. Acho que eu tô assim. Pra falar a verdade, ninguém me disse que algo ficará bem. Mas de qualquer jeito. Qualquer coisa que falem, não consigo acreditar não. Porque todo mundo anda me olhando com os olhos vazios. E eu não gosto de olhos vazios, abraços frios ou palavras ensaiadas. E tudo volta a ser a mesma coisa de sempre não é?

Hoje não quero assumir nada.
A TPM me destrói.

Amanda, Obrigada pela lasanha, pela torta e pelos conselhos...
Me desculpe.. mas eu não consigo encontrar nada de bom em mim hoje.

Té ...Té...

quinta-feira, 1 de maio de 2008

I'm back!

Eu voltei! Quase 1 hr e meia depois da primeira postagem... Pra dizer o qto tou agradecendo pra Deus pelo dia de hj.. Pode parecer maluco, mas não vou dormir hj sem admitir publicamente que estou tão fresca qto se pode ser... E que absolutamente ninguém tem responsabilidade por isso! Deus tem sido ótimo comigo... E a kah, o Afonso, o Muh e a Cris tamém! Eu é que tou com aquela coisa do negativismo impregnado na minha pele! XoOhH!

Não quero mais ser assim...



"Apesar de vc amanhã há de ser ooooooooooutro diaaa!"



E será!



Agora eu vou!

bjO.
"Por mais que eu tente te dizer o quanto eu sinto por vc
Como é possível não saber que eu te quero?"

O mais estranho não é nem ignorar os meus princípios (eu os tinha há 2 meses), é pensar mais nele que em mim. O mais difícil nessa situação toda é não saber a quem recorrer quando parece que as coisas estão ficando cada vez piores. Não sei quanto mais vou suportar sem ter que mandar tudo pro espaço outra vez e começar de novo... E no fim das contas, eu quero mesmo é começar outra Amanda. Desde o início mesmo, pra fazer tudo certo... E não precisar me lembrar que o que dá errado hoje é só o espelho do que eu não fazia certo há muito, muito tempo. De alguma maneira, é como se eu não tivesse valor algum pra ninguém, nem pra mim mesma. Como se o fato de eu não estar aqui fosse irrelevante, insignificante. Como se me referir a vida como a "passagem" que todos dizem que é, fosse se tornando cada vez mais fácil de aceitar... Eu apenas não sei pra onde ir. Apenas não sei em que porta bater... Não sei mais que tipo de abraço me trás de volta e me faz querer recolher a bandeirinha branca que sinaliza a minha maneira de desistir. Não sei que tipo de pessoa me tornei. Do tipo que se apaixona por qualquer um que a trate razoavelmente bem, ou do tipo que só quer alguém a quem voltar todos os dias, a quem se entregar, a quem pertencer... Eu só precisaria de algumas certezas, porque o que consegue ser constante, me faz dar o melhor.
Só... Não queria ser só mais uma como estão me fazendo sentir... Eu só queria saber se estou fazendo alguma diferença, alguma falta... E se eu estiver, por favor me tragam de volta, porque eu estou caindo tão fundo e tão discretamente que não sei se ficarei de pé por mais um dia... Me puxem de volta, me levem pra longe disso... Minhas forças estão simplesmente se acabando... E eu mordi mais do que eu conseguiria mastigar... Só queria que ele tivesse se lembrado de mim hoje, nem que pra dizer que está bem... pra me dizer que eu sou importante de algum jeito...
Eu morreria pra estar com ele essa noite, só mais uma hora... Só mais um beijo, só mais um carinho no rosto e um "Te quero tanto"... Hoje, só um e-mail me faria feliz.

Odeio parecer assim... Odeio deixar cair a máscara do "estou óóóótima!"... Talvez amanhã eu resolva apagar esse post, mas... Se eu não desabo aqui, será no colo de alguém que se lembrará depois... Enfim! Hoje foi um dia bom! Com lasanha e musse da Kah que estava maravilhoso! Vou lá tomar banho e ver se sobrou torta de maracujá com musse...

Boa noite!