quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Maybe too late.

De qualquer forma, as coisas não estão mais no lugar.

E eu simplesmente não consigo acreditar que alguém possa se deixar virar a cabeça por alguém que conheceu há uns 2 meses. Juro que não. Sabe quando você se decepciona ao ponto máximo com alguém? Bom, nada será como antes. Porque se o Rudson acha que eu voltaria atrás a partir de agora, bom... eu não voltarei. Isso é RIDÍCULO!!! "Confiar em mim?"... Céus! E quanto ao outro lado da história? Francamente. Tenho coisas mais importantes pra pensar.

Acho que estou entrando em crise de novo com ELE. É, again.

Eu tento me segurar, Deus sabe o quanto eu tento... Mas é sério: não dá não.

Sabe quando você sente que não tem mais nada a ser feito? E ELE não faz NADA pra eu me convencer de que ainda tem mais coisas pra gente. Acho que ele acha que não tem também.

Me peguei com nojo esses dias. Foi quando ela ligou. Não queria ter que encostar nele, quanto mais beijar.

Ai, eu não sei. Acho que já deu. Acho que vou terminar com isso em breve, assim que me sentir com os pés no chão de novo. Mas dessa vez tem que ser definitivo, porque tanto eu quanto ele (eu tenho certeza) já nos cansamos desse vai-e-volta que eu sempre provoco.

Acaba comigo pensar no extenso passado dele... mesmo. Me deixa no chão. Claro, eu não fui nenhuma santa (nem sou também), mas nem me comparo com as coisas debaixo dos panos dele.

Li que saudade também acaba... fiquei feliz. E triste. É como eu guardo as pessoas.

... Enquanto ELE leva as cores, eu espero que volte com o fogo de antes e diga que tudo vai ficar bem... e que ELE me ama também.

Mas aí eu abro os olhos e ele está lá. Ocupado com aqueles celulares, abafando os risinhos e dizendo que me adora.. em resposta ao meu "eu te amo"...

Talvez, apenas não valha a pena. E ELE não faz nada pra que valha.

Estou dizendo adeus, e não, eu NÃO vou ligar.



;)



Tudo que vai deixa um gosto.

Nenhum comentário: