quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

xD

Depois de de 1 ano parada, é com IMENSO prazer que venho informar que agora eu sou BIXOOO!!!!

Passei no vestibular!!!
E já estou matriculada!

;P

Obrigada a todos os desejos de 'Boa sorte' que recebi. Obrigada mãe, por lembrar de mim e por estar comigo lá.



Agora eu sou Universitária
;*

sábado, 12 de dezembro de 2009

Grito.

Que fique registrado o grito de dor e desespero que está no fundo da minha garganta e que eu não posso exprimir. Dói de todas as maneiras possiveis e imaginaveis. É uma dor aguda, que não passa, não tem remédio, não tem cura. É exagerado, é extremo, me faz calar e sentir.

Não me iluda, não diga que vai passar, eu conheço esse filme.
E em mim só resta a saudade dos beijos de boa noite.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

E...

As vezes eu fico pensando... quem é que vai cuidar de mim?
Ahhh....

Boa Noite =/

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

=]

Quase chegando o fim de semana e só agora eu vim falar do Fim de semana passado.
Aiai, por mim estaria lá até agora! A vista é linda.. o lugar é perfeito.
Acho que serviu pra desestressar um pouco sabe, relaxar, aproveitar, abusar :x aushduahsd
Ficar deitada na rede olhando pro céu enquanto ele mexia no meu cabelo e me dizia coisas das quais eu vou lembrar por um bom tempo. A vista pra lagoa, caminhar sem ter pressa de chegar. Não ter pressa de existir, ou de viver, era apenas aproveitar os momentos, olhar pro sol e agradecer por ele brilhar. Andar sobre a areia e sentir a água do mar molhando seus pés. Eu descreveia cada detalhe se eu pudesse, mas ainda sim não seria justa com a beleza dos lugares que eu visitei, nem com o que eu senti em cada um deles...
Basta dizer que cada vez mais ele parece ser o certo...
E que mesmo que o mundo esteja desabando, ainda existem coisas boas pelas quais viver.

Dica de férias:
Iguaba, Saquarema, Cabo Frio, Búzios, São Pedro da Aldeia, Araruama...
É o mais proximo do paraíso que eu já estive =P

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Acho que é esse o link:

http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=5101618779873065793


xD

'O destino é certo, tem vista pro mar...'

Ah, tempos sem entrar pra postar! Claro que existem coisas boas pra dizer, mas nada de emocionante entende?
De qualquer forma, amanhã estou indo pra Iguaba Grande, vou ficar em Cabo Frio, procura ai, o lugar é lindo! xD
Entrei mesmo só pra marcar presença e agradecer a Amanda por ter levado os meus papéis lá! Muito thank you!
Ah dona Anônima, claro que senti tua falta rsrs, descobri que é realmente bom saber que alguém le o que eu escrevo. Vem cá, eu já te vi um dia? Tá, parei de perguntar :x rsrs
Já me vou, ainda tenho mala, e trocentas coisas pra fazer... Daqui a pouco namorado chega *-*.
Bejo na bunda e até segunda! Com todas as fotos no Orkut!

Um dia eu deixo meu link do orkut aqui xD
Procura pelo e-mail que encontra!!!



;*

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

=/

Não sei por que as pessoas se iludem, ninguém pode se livrar do que deseja continuar preso.
Os dias aqui estão cada vez mais difíceis, eu gostaria de ter algo de bom pra contar, mas não tem nada.

domingo, 1 de novembro de 2009

I Will Survive.

Aperto no coração. Dores, dores, dores!
Minha imbecilidade não tem tamanho, é inacreditável!
Têm uns calos nos meus pés e as minhas olheiras estão quase no queixo.
Porque aí, quando você pensa que as coisas vão dar certo, tem sempre um que pisa na bola. A reação dele me deu medo, tive medo dele. Parecia louco! Eu só queria me afastar, queria estar em casa e coberta até o pescoço. Queria encontrar alguém que pudesse ir comigo até a minha casa, ele não. Ele eu não queria nem ver. Cair na real? Caia na real! Você não vai mudar, nem vai ser quem eu sempre quis ter. Você não vai me fazer acreditar que está arrependido, que não queria ter me deixado lá. Não quero te dar outra chance de fazer tudo igual e cortar meu coração. Ainda não encontrei um jeito de me libertar dessas correntes que você colocou em volta de mim, mas eu vou quebrá-las nem que seja cantando "I Will Survive" dia e noite.

domingo, 25 de outubro de 2009

Só um momento fraco.

Eu sinto falta do cheiro de sabonete do corpo dela quando ela saia do banheiro... Por varias vezes eu passei sabonete no corpo todo e fiquei um tempo 'curtindo' antes de entrar no chuveiro, só pra ver se eu conseguia ter o mesmo cheiro que ela.
Sinto falta de ouvir o som da risada dela, aguda, estranha, maravilhosa... Ouvir ela rir de algo que eu provavelmente não havia entendido! Ou então de ouvir ela enrolar um inglês horrivel pra cantar uma música que ela só sabe o refrão.
Sinto falta da porta do meu quarto abrindo com um barulho escandaloso (porque ela não sabia abrir sem fazer barulho), e ela falar 'Tá na hora, filha' com uma voz tão doce que aliviava a falta de jeito com a porta.
Eu sinto muita falta de chegar da escola berrando 'Mãe, cheguei', e que ela me perguntasse sobre meu dia, e falar tudo sobre todo mundo e depois sentar na mesa com eles e comer algo que ela fez pensando se a gente ia gostar ou não.
Sem duvidas eu sinto falta da roupa passada na minha cadeira, e a eterna briga pra que eu a guardasse. Eu nunca fiz isso de primeira!
A emoção era : 'Carol, guarad a roupa.'
2 semanas depois: Caroline, você pode guardar a roupa na tua cadeira?!
3 semanas depois: 'Filha, sua roupa tá guardada; arrumei sua gaveta. Que papel é esse aqui?
'Vai sair de novo? Tal hora em casa. Tá indo muito pra casa do Pedro. Vai lá comprar pão. Caroline arruma o quarto! Você vai ver quando eu contar pro teu pai...
Na verdade eu nunca vi nada, porque ela nunca me entregou.
Chorar no colo dela, ver ela virar uma onça pra me proteger de quem me machucava, fazer ela me colocar na cama TODOS OS DIAS, inclusive ela colocavba o cobertor em mim algumas vezes, porque eu jogava no chão pra ela fazer isso de novo. E por fim ela me dava um beijo de boa noite, mandava eu sossegar o 'faxo' (?) e dormir.
São pequenos os detalhes... trechos de conversas.
Um olhar apenas. A voz, o cabelo, o toque, o jeito, o cheiro, a vida.
Eu sinto falta dela.

Não que eu goste de assumir fraquezas ou parecer vulverável. Mas essa é uma falta que eu jamais vou suprir. Uma vez ela me disse que eu era parte do coração dela, e mesmo que as vezes eu siga sorrindo, brincando e dizendo 'Tudo bem e você?' ela levou essa parte com ela. Eu nunca mais vou ser inteira.

All Apologies.

"All in all is all we all are
Afinal é tudo o que somos"

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Tema Livre.

Pense sobre o que você escreveria em uma redação de 'Tema Livre'.
A primeira coisa que eu pensei (juro), foi 'Um dia no Campo'. Sério, sob pressão é isso que aocntece comigo, as palavras somem, fico tensa, desesperada, e faço uma redação meia boca! Não tenho, lá, uma boa experiência com redações que me levem a uma vaga de emprego. A primeira (e única) que eu fiz, não fui chamada nem pra segunda fase! Não me orgulho disso, eu não escrevo grandes coisas e sei disso! Não, não é subestimação não, eu tenho minhas habilidades, escrever naturalmente sobre nada em especial é uma delas, escrever sobre 'Tema Livre' valendo a minha salvação, não. Mas, contudo, porém, por não obstante (não perguntem o que é isso, minha mãe falava o tempo todo, nunca entendi, mas achava interessante), quem sabe eu consigo alguma coisa além de estrias.
Ah, não me venha com baboseiras do tipo 'Seu corpo é isso...', 'Seu corpo é aquilo...' , mesmo que eu não enxergue muito claramente, eu sei o que meu corpo é ou não, e acredite as estrias eu vejo muito bem! Sim eu estou assumindo num blg que eu tneho estrias, que coisa horrivel! Sério, elas estão me tirando o sono já! Não são o OH do Borogodó ainda, mas encomodam! Cretinas! Por que? Eu me pergunto!!! Por que, cargas d'água (mais uma da minha mãe), eu tenho que ter essas porcariazinhas que me impedem de botar um biquini que seja! Affe! Tô frustrada!!!
Acho que to estressada mesmo com a situação... Saudade, falta de dinheiro pra matar minha saudade, saudade que não passaria nem se eu tivesse dinheiro. Necessidade urgente e desesperada de me sentir útil. De sentir, uma vez, que depende só de mim...
TPM.
Ah, sei lá, mania de culpar os hormônios pela minha incapacidade de me controlar emocionalmente.
Bons dias por aí?
Senhora Anônima desapareceu, cansou da nossa vida? aushduahsd
Aiai, não consigo ver o teclado, talvez seja porque ele é preto e a luz tá apagada. Hum... Mas pode ser também porque eu to com sono, vou ver o que é.

;*

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

U.R.G.E.N.T.E.

Senhorita AMANDA COUTINHO COSTA DE OLIVEIRA, eu bem gostaria de ter seu telefone, mas não consigo completar ligações nem no fixo, nem no cel!
Eu gostaria MUITO de saber se meu documentos já estão a caminho.
Assim, eu fiz a minha inscrição no vestibular. Lá EXIGE o meu diploma, ou declaração de conclusão de Ensino Médio e o meu Histórico escolar!
Amanda, Pelo amor de Deus dá sinal de vida!!! Eu até te mandaria um e-mail, mas você também não responde!
Não quero ser chata não, mas é realmente urgente! Preciso estar com os papéis pra matrícula! Tá, nem sei se eu vou passar! Mas se acontecer, não posso perder outra matricula né!!

Responde tá!
Não me deixa no vácuo que eu dou na tua fuça entendeu?
Beijo.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Xurupitas.

Menina, você não assiste Pânico não? A galera da Xurupita é... Também não sei quem é! Mas o Zina, sabe? Aqueeeele Zina, o corinthiano (tem que ser) que fala enrolado, não sabe merda nenhuma, mas que foi bem esperto! Lembrou? Ronaaaldo, brilha muito no corinthians! Então. Ele vive mandando um salve pra meio mundo da Xurupita! Fui na dele! E um dia eu conhecerei a Xurupita!
Corinthianos a parte, espero SINCERAMENTE que a senhora tenha ido à Ete ontem e mexido com a papelada toda que bagunça a minha vida! Daqui a pouco eu deixo de vagabundiar e vou fazer o que sem meus papeis?

O que significa quando você consegue manter sua cabeça enquanto todos a sua volta estão perdendo a deles? Me disseram que talvez eu ainda não saiba a gravidade da situation oO. Sóóó porque todo mundo tá desesperado com o vestibular, estudando física e quimica e matemática e português e biologia e MEU DEUS!!! Não to estudando nada disso! Pra falar a verdade, eu mal to estudando (que fique claro aqui o motivo da bomba que eu provavelmente levarei no vestibular). Ah estudar me dá preguiça! Olhar praqueles textos absurdos, regras gramaticais, fórmulas e o caramba a 4! Imagina! Me cansa a beleza só de pensar!!!
Não tô conformada ainda com mais um ano parada, mas quem procura acha!
Tomara que o meu fique bem escondido e que me sobre uma vaga na faculdade!

Mudando de pato pra ganso, de livros a filme; assistam Mamma Mia! quando tiverem saco e falta do que fazer. É um musical seiláeu de onde! As musicas do filme são do grupo Abba, então pra quem gosta de anos 60,70,80,90 (é que eu não sei!) vai gostar! Adorei o filme, e agorafico que nem louca pela casa cantando 'You can dance! You can jive! Have the time of your life..uuhh See that girl....' Ahh a musica contagia! Ótimo pra relaxar e mandar o stress a putaqueopariu. Lógico que o meu stress é competente e persistente, não me deixa de jeito nenhum!

To com um tédio do caramba! O tempo aqui tá maluco: um calor infernal, logo depois uma chuva assustadora! É assim que venho sobrevivendo ao fim do mundo e da minha sanidade.
Outro dia eu volto com algo mais construtivo, prometo!


Amanda pelo amor do Santo Deus, seja lá qual for o seu! BOTA MEUS PAPÉIS NO CORREIO!!!
Obrigada =]
Tchau cambada!

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

If you don't know where I am, I'll be tchubirubing.

Que será que é a galera da Xurupita?!
Ai, tou rindo.
Adoro quando você se sente incentivada a postar.
Ah, cara. Tou aqui, tentando arrumar alguma coisa pra fazer. É tão difícil! Sabe, tudo que eu consigo pensar é que se química não entrar na minha cabeça, definitivamente não terá ano que vem pra mim. E essa expectativa é horrível! Não consigo mais.
Bom, hj acho que vou pra ETE descobrir se a Gabriela ficou maluca. Me mandou uma mensagem sobre um trabalho que eu nem sei sobre o que é! Aproveito pra finalmente deixar as cópias dos históricos por lá! (Não me mate!). Aaaaff, minha conta de telefone tá me deixando maluca! Esse treco de débito automático é a maior furada. Paguei (de novo!) a conta e Deus queira que funcione. Ah! Isso me lembra que troquei o número. Te passo por e-mail!
Ah, então acho que vou tomar banho pra ver se consigo coragem pra ir pra escola. Beijos! E, claro, UM SALVE PRA TOOOODA A GALERA DA XURUPITA!
:*

domingo, 11 de outubro de 2009

Ps:

Ahh! E pra quem gosta de pessoas intelectualmente estimulantes, www.alefelix.com.br embora um tanto desatualizao, ainda é a melhor opção!

'Ah, se o mundo inteiro me pudesse ouvir....

...tenho muito pra contar, dizer que aprendi.
Que na vida a gente tem que entender
que um nasce pra sofrer, enquanto o outro ri.'

Eu postaria mais se a vida fosse mais emocionante. Minha emoção continua na escolha do almoço ou o que passa na Tv que seja assistível. Sem dramas é claro! Levantei o bumbum da cadeira e fui atras de algo que eu possa fazer, tô em cima de uns e outros pra agilizar o processo, tô de olho na data do vestibular e na data da matrícula, caso eu passe, assim não perco! Mas continuo me sentindo aquela inutilzinha que só reclama da vida.
A gente costuma dizer que os posts depressivos são os melhores! Quando você tá triste arrasa em todos os textos e fala com um jeito tão profundo que ninguém supera, que todos entendem. E que quando está feliz o texto fica chato, felicidade demais nem tem o que falar! Olha só pra TV; novela boa é novela dramática! Aquela que a mocinha se ferra do começo ao fim! E nos ultimos capítulos ela consegue levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima! É o que todas nós esperamos. Mas eu não tô afim de ver os últimos capítulos da minha vida chegando não ¬¬ . De qualquer forma, minha vida anda tão semsalnemaçúcar que o post não fica nem chato, nem legal. É só um texto escrito sem nexo ou sentido. Sem nada de interessante pra contar enfim.
Tava lendo meus cadernos e os posts antigos. Era tanta coisa besta! Brigas com a personalidade difícil de Danielle, ou o amor incondicional ao Rudson que me levava do céu ao inferno, e ao céu novamente continuamente em minutos! Afonsos da vida, Simones e Anas Paula. A vida era o OH do borogodÓ em todos os seus possíveis sentidos! E eu adorava! Tô super nostalgica ultimamente! Não vejo a hora de ir pra faculdade e encontrar novos problemas. Gente chata, gente legal, gente rica, gente pobre, gente estranha... eu descobri que gosto mesmo de gente, que nem a Alê Felix, gosto de gente e ponto.
Equanto não há emoção deixo posts sem nexo, sem histórias, semsalnemaçúcar! Mas que provam que eu to viva e continuo correndo atrás de uns fragmentos dos sonhos que eu tinha numa época que nem tá tão distante, mas que já me parece tão ultrapassada.

Beijos pros que chegam, beijos pros que vão.
E um Salve pra galera da Xurupita!
o/

:)

Bom dia! O Lay ficou tão bonito...
Sabe o que me lembram Margaridas? Magalis...
Que bom que você vai postar, Kah. Pensei que tivesse abandonado o hábito.

sábado, 10 de outubro de 2009

Pós derrota pro Flamengo.

Troquei o lay de novo!
Táá, eu já sei que tô sumida.
Vou postar, prometo!




uhuun.

Sem essa de que "estou sozinho!"...

... Somos muito mais que isso!

Feliz, feliz.
Quando é que eu vou aprender a não ser tão boba? Mas eu adoro. Meu coração está cheio e minha alma aberta. Acho que vou pregar um cartaz na testa de "Free Hugs!". Sei lá. Nada em especial, só a felicidade de um dia tranquilo varrendo o meu coração!
Postar feliz normalmente costuma render posts muito chatos, então...

:*

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Venha que o que vem é PERFEIÇÃO.

Bom dia!
Depois do Tetris, você. Obrigada por ter ligado, sabe que me fez bem. Depois de desligar, lamentei que quando você morava aqui não nos lembrássemos muito do telefone.
Ah, bom, ontem ele veio aqui, nós ficamos juntos, ele tava tãããão legal. Foi embora às 21:00 e uns minutos depois chegou sms daquela mulher horrível. É fiquei, triste, brava, fula da vida! E não é pra ficar? Você tá na sua casa, tudo certinho e vem uma louca te encher a paciência e dizer que a sua vida não é como parece. Que droga. Ela me tira do sério. Muito mais porque ele já foi dela e eu não me sinto muito. Nunca me senti. Me envolver com pessoas complicadas sempre me complicou, não sei porque eu ainda faço isso. E eu agora tenho que fingir que não tenho feridas. Todo mundo tem feridas.
Mas gosto de pensar que tudo vai passar um dia, que tudo isso não é nada e que a dor é passageira. Que as coisas serão mais fáceis e as pessoas mais elegantes e sinceras. Quem foi que disse que a perfeição é ruim? Talvez seja verdade que tudo passe e que no final só reste você e você com você. Eu só queria voltar no começo e fazer umas mudanças. Queria ter sido melhor pra que ele me amasse antes e não sentisse necessidade de completar com outras. E esse lance de trair é muito difícil de se provar.
Vou ver se consigo aprender mais de química. Muuuuah.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Untitled.

Tava lendo o blog e me deu uma vontade inacreditável de apagar tudo e começar de novo. Bom, não tenho esse direito. Mas é que uns 80% das postagens são depressivas. Deus, como somos chatas! (Desculpe te incluir, Carol!).
Sabe que eu achei muito, muito chata essa coisa da abstração. Ninguém entende nada mas você se sente feliz por isso. Sei lá, agora que eu tou de férias achei que poderia me dedicar mais à isso. De repente contar as coisas como elas são e ver se conseguimos algumas opções. Tudo bem.
Como eu disse, tou de férias. Não da escola, do estágio. Mas eu não tenho vontade nenhuma de sair de casa. Muito menos rumo a escola. Tenho me sentido triste em muitas situações, aqui. As vezes por simplesmente não me sentir capaz de realizar nada em particular. O vestibular tá chegando e não porque não gosto de ver as pessoas que conheço indo pra frente, mas por ter certeza que não vou conseguir suportar mais um ano sendo deixada para trás. Ao passo que também tenho medo de não gostar do curso ou que as pessoas não tenham muita paciência comigo. Não sei, mas acho que essas inseguranças podem ser boas. Pelo menos, sempre serviram pra me fazer desistir de coisas perigosas.
A vida anda assim. Só consigo ter vontade de ir na ETE quando consigo ter certeza que a Gabi vai. Ainda assim, nunca se pode ter certeza quanto à pontualidade dela. O Cláudio também tá de férias comigo, mas a gente tá conseguindo se ver bem menos que antes. E mesmo que eu ache muito bom que ele fique mais com as crianças, sinto muita falta de ficar perto dele também. Ah, me sinto uma idiota apaixonada, sem identidade! Isso me deixa frustrada algumas vezes. A gente andou brigando tanto esses dias. Não sei nem porque isso ainda consegue me deixar tão absurdamente mal como da primeira vez. Parece que o mundo vai acabar e ele já acabou tantas vezes! Mas no final eu não tou nem aí. Não tem como dizer que ele não exerce aquele encanto do início sobre mim. Não tem como ficar pensando que vou deixar de amá-lo, porque cada briga me faz amar mais e mais. E acho que só assim, toda a dor que ele me causou, toda aquela decepção tão cruel vão poder sair da nossa vida. Não que seja fácil.
Na minha casa tudo anda "bem". Entre aspas tudo o que não é constante. Meu irmão tá namorando uma menina e a minha mãe tá cada vez mais desesperada. Acho que uns lances com o meu pai também colaboram pra deixar ela naquele estágio bem avançado de desespero. Mas as vezes ela fica muito bem, como hoje.
Ah, e eu tou aqui. Torcendo pra não ficar (mais!) paranóica, torcendo pra que aquela mulher horrível consiga ter vontade de me deixar em paz e de querer o que não é mais dela. Torcendo pra ser mais inteligente. Deus me ajude a não complicar mais as coisas. Me ajude a conseguir continuar acreditando que a bondade pode estar sumindo, mas não completamente. Bom, acho que escrevi muita coisa inútil, mas opiniões são sempre bem-vindas.
Vou arrumar uma coisa útil pra fazer! :*

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

And you fall, and you crawl, and you break!

Faz tanto tempo que ninguém passa por aqui!

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Putamerda!

Gosta de sentir dor, se preocupar, se matar aos pouquinhos?
É simples! More a 300km de distância do teu namorado! xD
Ele vai no Gordo sábado.. Eu mereço?
Mereeeço! Paaaga por não ter escutado o que a mãe dizia!
T.A.P.A.D.A.!.

domingo, 30 de agosto de 2009

PS:

Troquei de lay. Caso não goste, me avise, eu troco de novo.

Eu tento.

Ahh eu tento me manter distante, tento sumir. Mas quando você dorme por horas e horas, quando você não tem com quem conversar, quando você não ri mais, quando você fala sozinha e tenta olhar pro espelho o mínimo possivel, acredite: precisa de ajuda. Não que um blog possa ajudar, mas escrever parece aliviar um pouquinho que seja.
Ele começou a sair agora... Preocupada? Não... Um pouco triste talvez. Não seria triste a palavra. Acho que com 'inveja'. É inevitável pensar que o mundo de todos tá se movendo. Tá girando. E o meu tá parado no mesmo lugar desde que eu cheguei aqui. Não culpo o lugar nem as pessoas. A culpa é unica e exclusivamente minha. Não sei como fazer, não sei como começar de novo. As vezes eu culpo muito por ter de ser tanto... ou ser respnsável por tanto, quando taantas outras pessoas são muito mais do que eu e nem reclamam da vida que levam. É só saudade de ter a vida nas mãos e fazer o que bem entender dela. É egoísmo olhar pras pessoas e perguntar se elas podem, por que eu não posso? Deve ser... Meus pecados estão bem marcados aqui. Pra falar a verdade eles estão escritos de vermelho na minha testa me acusando de coisas que eu desejo ter, que eu desejo ser e que não sou por estar tão presa numa situação que eu não escolhi. E parece errado querer tudo isso. Eu estou toda errada! Caaara! Que merda é essa?
Eu devo realmente estar enlouquecendo.
Desconsidere tudo o que eu digo. TPM me traz sentimentos que eu desconheço.

Assim pude trazer você de volta pra mim.

"Será que eu sei que você é mesmo tudo aquilo que me faltava?"

De volta àquela sensação de que nada vai ser perfeito o bastante pra me deixar tranqüila. Mas só assim me é possível continuar. Irrelevâncias que me levam ao que de tão puro, nunca se soube assim. Desculpe se ainda sou só eu.

Out.

Temporariamente fora de serviço.
Dia 26/09 - Lorena!

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Ligay.

Eu liguei pra ela. Ela não me atendeu. Intencional? Não sei, não sei...
Bem Amanda, eu tentei falar com você.
Beijo.

domingo, 9 de agosto de 2009

Paai.

Perdi o jeito. Perdi o jeito, a inspiração e o que mais foi posível perder! Tá, eu sei que nunca fui muito boa nisso de verdade... mas, certamente, eu já fui melhor! Provavelmente esse foi o motivo da minha 'pausa' com a escrita. Ééé! Sabe, tu escreve, lê, não gosta, apaga! E fim!
Ah de vez em quando da vontade de voltar, e conversar, e ler, e fazer as coisas antigas... Só que não é tão simples. To aqui em casa (sério? ;O), alguém tá ouvindo 'Você não vale nada mas eu gosto de você. Você não vale nada mas eu gosto de você. Tudo que eu queria era saber porque. Tudo que eu queria era saber porque.' E acredite, não é muito legal ouvir essa 'música' durante duas horas seguidas. Eu fui dormir, ela estava tocando, eu acordei ela estava tocando... Devia ser proibido por música pra vizinhança inteira ouvir! Eu não quero ficar ouvindo isso! Eu posso ter sérios problemas psicológicos mais tarde! Não que eu já não tenha problemas o suficiente hooje! Baaah, problemas naaada! Eu tenho é mania de reclamar das coisas! To precisando mesmo é levantar o bumbum da cadeira e caçar algo pra fazer, algo construtivo.
To querendo ler..
Alguém indica algo?

Sr. Anônimo, beijo pra você!. As músicas, os videos, as mensagens.. É tudo muito importante pra gente, bem... pelo menos pra mim.

Amanda,tudo bem por ai? Mandei uns trocentos e-mails pra você.. meu pai gosta de lotar minha caixa. Espero que algo te distraia...


Ahh e lóógico:
Feliz dia dos paaais!! Principalmente pro meeu! Que hoje em dia é PAI, MÃE, AMIGO, HERÓI, BANDIDO, CHATO, LEGAL.. e por ai vai.
O seu pai pode até ser bom, mas o meu é melhor xD
E eu amo ele!

terça-feira, 4 de agosto de 2009

É...

Tá tarde e eu tomei Ice. Não acredito que eu esteja muito bem... Não exatamente.
Queria uma coisa diferente...
Você seria capaz de me levar ao céu? É que eu to precisando levar um papo com a minha mãe.. Nada pessoal é claro, só preciso perguntar de onde eu tirarei forças quando as minhas esgotarem.

Se souber me avisa okay?
Boa noite.

Like a human.

Como é boa a perspectiva de não precisar fazer nada! Como qualquer um, não estando nem aí pra mais nada.
Há quase uma saudade, mas não. O crescimento te impede de ficar louca mas também de querer fazer sentido.
Tá tudo bem de novo, de novo mas não como antes. Há um quê de depressão, de angústia e de ansiedade reprimida naquele tipo de sorriso sem dentes. Eu não sou como antes, não sou e você vai perceber.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Me adora.

'Não espere eu ir embora pra perceber
Que você me adora'


Nada como um dia esclarecedor, devo dizer.
Algumas coisas não mudaram, as coisas que eu queria que mudassem. Ah, tudo bem.
Como explicar o encanto que certas pessoas exercem sobre nós? Sou mais do que o seu olho pode ver.

domingo, 12 de julho de 2009

Never Gonna Be Alone.

'Você nunca vai estar sozinha
de agora em diante
Mesmo que você pense em desistir
Não vou deixá-la cair
Você nunca vai estar sozinha
Vou te segurar até a dor passar'

Eu estive sozinha, eu quis muito desistir, e eu cai tão fundo que me pareceu que eu jamais levantaria de novo (drama). Ninguém me segurou e esperou a dor passar..Você pode entender isso?

Hoje fazem 7 meses que eu sinto a falta dela.. quando as coisas estão ruins, você junta cada detalhe que te faz falta.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

.Decepção?

Desculpas não adiantarão.
E pra falar a verdade, nem pretendo me desculpar porque o que foi feito a mim também não se mede.
Decepção é você dar o mundo por alguém e ver que essa pessoa joga esse mundo no lixo. Decepção é você amparar, ouvir, cuidar das feridas, dar a opção.. e ver o mesmo erro.
Decepção é você acreditar que as coisas podem ser diferentes e ver que alguns simplismente não têm a capacidade de fazer com que elas sejam.

Não me fale de decepção. Porque eu também tive as minhas.
E a dor que tá em mim agora é algo que só eu posso entender. Você teve a sua, e fez o que quis com ela. Eu to tentando colocar essa dor em algum lugar, e quando eu precisei de você do meu lado, quando eu quis gritar, chorar, e mandar o resto do mundo pra Putaquepariu você foi incapaz de notar que ele não me fazia bem ali. Me fez estar sentada de frente pra ele e ver vocês dois como se nada tivesse acontecido, nem com você e nem comigo... Pensar que naquele momento meu peito tava berrando a dor por ter sido destruido de novo. E você mal pode olhar pra mim e ver o que meus olhos estavam implorando...
Eu queria alguém que ficasse comigo ali. Eu queria ser egoísta e achar que pudesse haver alguém que se preocupava com os meus sentimentos. Eu queria me jogar na frente do primeiro carro por causa de uma paixão frustrada...
Eu achei que você poderia estar comigo e só comigo naquele momento. Mas você não pôde... E eu aprendi não com textos, mas com a vida que quando alguém não pode te dar o que você precisa, você nçao tem que sentar e esperar ela se tocar disso... Vai doer ainda mais ver que não importa o que aconteça, ela nunca vai entender as suas necessidades. Supra-as você mesmo. E eu tinha um buraco no meio do meu peito naquela hora. Eu TENHO um buraco no meio do meu peito agora.. u esperava mais que conversas civilizadas no meio da sala com teu namorado e tua mãe...

Coração duro? Queria que ele estivesse porque então eu não sentiria a dor nem de amor, nem de amigo que no momento que eu mais precisei, preferiu jogar na minha cara as grosserias que O machucou, porque sempre foi assim,certo? Primeiro os outros, depois eu.

O mundo não tem que ser tão escurecido e feio, mas naquela hora ele tava. Naquela hora, que você disse que eu estava TE machucando, eu ESTAVA machucada ao ponto de precisar sentar e chorar e nem um abraço que me permitisse o choro eu não tive. De qualquer forma, Respeito para com os sentimentos alheios, e a Capacidade de notar que alguém precisa de você e de mais ninguém, não são coisas que conquistamos... são coisas que Aprendemos a fazer olhando pra fora. Pros outros, para os problemas dos outros, para a DOR dos outros.

O mundo pode até não parar pra que eu cure as minhas feridas... Mas eu vou cuidar delas inqto eu puder, nem que o MEU mundo fique parado durante esse tempo. A dor é minha e de mais ninguém,obrigada por me mostrar isso.

Na próxima vez (seja qual for a próxima vez), acredite eu não vou atrapalhar seu conto de fadas com os meus tombos...
Apague as palavras GROSSAS e fique com o melhor de mim... É da Caroline que TE OUVE que você gosta, e não da que SENTE, CHORA, SOFRE e IMPLORA CUIDADO de vez em quando. Eu ainda não cresci... Me desculpe.

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Decepção.

Pra você, que saiu no início da noite, com lágrimas nos olhos e com o coração muito, muito mais duro do que antes. Pra você que foi grosseira o suficiente pra dizer que tem nojo de quem eu mais amo no mundo, mesmo que não seja coerente. Respeito e reconhecimento são coisas que conquistamos e não há como impor às pessoas algo tão importante assim. Pensar em você andando feito uma maluca pelas ruas me rendeu uma noite muito mal dormida. Eu não queria me preocupar com você se você não se preocupa consigo mesma.
Eu sei que o mundo não é cor-de-rosa, mas realmente não acredito que ele tem que ser escurecido e feio.

"Aprendendo a viver, de William Shakespeare.

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão a acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes, não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiantes, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança, e aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os pianos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol queima de ficar exposto por muito tempo, e aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... e aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que leva-se anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem da vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendermos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influências sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. Aprende que a maturidade tem mais a ver com os tipos de experiências que se teve e o que você aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse. Aprende que quando está com raiva, tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ame com tudo que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo. Aprende que com a mesma severidade com que você julga, você será em algum momento condenado. Aprende que não importa com quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você conserte. Aprende que tempo não é algo que possa voltar atrás. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida."

quarta-feira, 8 de julho de 2009

,.. And everything is falling down.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Again

É..
021 92514474
Continuo com esse número, não troquei não okay!
Já estou em Cruzeiro.

Devo entender corretamente o último post? Tô meio confusa =/
Beijo

sábado, 4 de julho de 2009

Happy Birthday.

"I hope you don't mind that I put down in words how wonderful life is while you're in the world."

Não importa o que aconteça, não importa o que venha a seguir, eu só me importo em fazer as coisas darem certo. Ninguém, nunca, vai saber como me fazer feliz da maneira que você sabe. As coisas abstratas perderam o lugar e vieram coisas muito melhores e muito mais bonitas. E, de novo, é o compromisso que nos faz seguir em frente. Mesmo que você não veja, eu sei que comemoro seu aniversário como o dia mais importante que há entre os outros 365.
O que eu realmente quero dizer é que vou esquecer tudo o que não nos fizer felizes. O melhor que posso fazer é continuar sendo sua. Tudo que eu sei é dizer obrigada.


"And in this crazy life, and through these crazy times
It's you, it's you, you make me sing
You're every line, you're every word, you're everything"

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Srta. Caroline Ferreira.

Como é que você posta seu telefone?
Enfim. Fico feliz que chegue no sábado.
Quero ver você e vou te ligar ou mandar mensagem pra gente poder fazer alguma coisa durante a semana.
Passei rapidinho.
Beijos.

Amanda.

Srta. Amanda Coutinho

Seguinte ruiva: Amanhã eu saio de casa às 5:30 da madrugada. Então a partir de amanhã computador pra mim vai ser uma coisa um tanto complicada, não impossivel, mas complicada! Caso você queira falar comigo enquanto eu estiver em Cruzeiro liga no meu número de São Paulo: 012 91151970 (um número pra cada estado ¬¬)
Ou na casa da minha vó:31453050

Fala com o Paulety pra gente ver o que vamos fazer por favoor! EU não vou poder ligar pra vocês, mas vocês podem ligar pra mim néé!
Não me esquece! E se quiser ir em Cruzeiro me ver eu agradeeço!
Beiijo cat!
Teamo.com.br
;)

quinta-feira, 2 de julho de 2009

'

Aprenda: Se tu quer que algo seja bem feito, faça você mesmo!
Não adianta, ninguém tem o cuidado que tu tem. Ninguém sabe como tu quer que fique, e ninguém se importa COMO vai ficar! Afinal é pra ti e não pra eles.
E eu?
Tomei no cú de novo com trabalho mal feito de outra pessoa. As vezes me irrita eu não ter voz pra gritar e exigir perfeição. Me irrita eu não conseguir me recusar a pagar algo que ficou um lixo! Me irrita eu ser tão submissa a tudo isso.

To com raiva de mim mesma, a tapada fui eu no fim.
Que ódio.

'It's time to be a big girl now...

... and big girls don't cry.'

Nesses dias, dormir com o rosto salgado se tornou minha mania mais íntima. Dor, dor. Bem que podia ser, assim como dizem que o frio é, psicológico. As coisas estão começando a voltar pro lugar. Ando mais resistente à alguns tipos de provocações e realmente, mesmo que isso não faça parte da minha personalidade, estou tentando me enrijecer em alguns aspectos emocionais.
Eu queria muito que esse peso do meu estômago fosse embora, nem que seja só por hoje. Acordei melhor, mesmo que não tenha dormido porcaria nenhuma.
Ah, respirar. Respirar é uma maravilha mesmo, né? O dia tá tão bonito, tem tanto sol e tá tão quentinho...
Eu sei que vai dar tudo certo dessa vez, eu sinto. Se a gente falar a verdade, se continuar tudo como está, eu realmente acredito numa chance de ser feliz novamente. Isso me parece infantil, mas eu não vou abandonar a minha última oportunidade de ver as coisas funcionando e se encaixando. Eu não vou.
Ah, quem tava na chuva, era pra se molhar mesmo. Desta vez eu tou com o meu guarda-chuva.
;)
Beeijos, se der, I'll back.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

New Lay ;)

Você saabe...
Nunca é tarde pra recomeçar.

Anônimo

"Tudo está em calma
Deixe que o beijo dure
'Deixe que o tempo cure'
Deixe que a alma
Tenha a mesma idade
Que a idade do céu..."

Obrigada, meu bem.

terça-feira, 30 de junho de 2009

[/Embora quem quase morra esteja vivo. Quem quase vive já morreu!

Hum. É bom saber que ela gosta de escrever e que isso a faz bem! Pra falar a verdade eu acho que você deveria considerar a hipótese de fazer JORNALISMO. É a tua cara! Mas deixando as profissões de lado, porque pra falar a verdade, não é um assunto que ande facilitando muito meus dias. Ok ok ..

Srta. Gabi(seja lá quem for!) Espero que a senhorita tenha ido à escola. De fato, ela PRECISA de companhia. E se eu estivesse por ai, matariamos aula, tomariamos AÇAÍ, comeriamos Lanche e provavelmente nós estaríamos por um fio de perder o ultimo ônibus pra Lorena ¬¬. Mas ainda sim... Vale a pena perder umas aulinhas (seja do tio Rô ou do Francis) pra por a cabeça em ordem.. os ares de Cahoeira fazem bem a ela.

Sr. Anônimo: Nunca imaginei que alguém pudesse acompanhar o blog. É estranho saber que alguém sabe da nossa vida oO ..
Eu deveria perguntar quem você é.. mas tudo bem. Li seu ultimo comentário e agradeço imensamente a sua palavra de ajuda. Porque eu quero mesmo que ela veja que ela merece muito mais que mentiras embrulhadas num papel bonitinho com uma fita vermelha pra arrematar. E como você disse: Ela é capaz. MUITO CAPAZ! .. Eu vi de perto tudo isso. Espero que ela também veja.
Obrigada por prestar atenção nos nossos dias sr. Anônimo. As vezes uma palavra de alguém de fora, faz toda a diferença aqui dentro desse nosso mundo.


Sem mais eu fico onde estou...[/prefiro continuaar distannte (8)

rsrs
Boa noite Mundex.
Até a próxima.

Presa a você.

Quando você tenta o seu melhor e é decepcionada. Quando você se sente pouco e tão pouco que não tem mais suas forças pra levantar.
Aí você põe um sorriso no rosto, olha no espelho durante vários minutos e tenta, ao custo da própria vida, se convencer que vai dar tudo certo dessa vez. Você se convence de que a pessoa errada era você o tempo todo, por pensar que nunca poderia doer mais ou por ter simplesmente esperado demais de quem você ama. E quando você abre os olhos, você procura o brilho que a vida tinha. Mas não tem mais brilho nenhum. Só há aquela dor e aquela promessa se repetindo na sua cabeça. Hoje provavelmente não há nada que eu vá pensar que vá fazer algum sentido. Hoje eu não estou em condição alguma de decidir. Eu só quero tentar. Eu só quero lembrar de uma noite olhando nos olhos dele e pedindo à Deus pra encontrar algo no que acreditar. Hoje eu só quero tentar não lembrar e tentar não esquecer que eu dia jurei não morrer por ninguém.
Eu acho que estou magoada com as pessoas, com o quanto a verdade pode ser dolorosa... Hoje eu só queria furar o coração e tirar a dor de dentro. Só que o mundo não vai parar pra que eu possa costurar depois.
Mandei mensagem pra Gabi pedindo pra ela ir na escola. Eu não quero ficar sozinha. Ficar sozinha tem me matado todos os dias. Ficar sozinha só me afasta ainda mais de acreditar nas pessoas.
Eu sei que eu tenho que continuar, que eu tenho que levantar a cabeça e tentar e tentar, mas simplesmente parece difícil demais. A Carol disse que se não for difícil não tem graça. Tomara que seja verdade. Tomara que tenha alguma graça no final, porque agora tudo parece muito triste e sujo.
Não consigo parar de pensar no quanto posso estar perdendo por não desistir agora, mas eu sinto que não posso desistir. Eu não posso acreditar que acabe aqui, que eu tenha perdido tanto pra conseguir tão pouca verdade. Eu não quero estar mais certa. na verdade, eu só quero estar errada sobre tudo. Errada sobre as pessoas, errada por sofrer por isso, errada por esperar que ele fosse tudo o que parecia ser, errada em estar sentindo dor.
Meu Deus, tomara que eu não fique sozinha. Eu dou qualquer coisa pra não ficar sozinha. Sinto saudades de como tudo era antes, sinto saudades de viver minha mentirinha de ter encontrado o príncipe do cavalo branco, onde não importava se ele tivesse mais idade. Eu só me importava se o meu príncipe ia caber no meu colo.
Tinha esquecido como escrever me fazia bem. Hoje escrevi dois emails pros chefes me despedindo. Deus sabe o quanto todas aquelas palavras me doeram no coração. E eu me perguntava o tempo todo o porquê de estar fazendo aquilo. Por quem eu estaria fazendo aquilo. Eu não sei por quem eu fiz, mas eu sei que não foi por mim. O fato de não suportar ter que sentir na pele a traição, toda aquela palhaçada, toda aquela sujeira na qual eu me envolvi sem saber me impulsionou a acabar logo com isso, a deixar tudo pra nunca mais, a guardar tudo o que foi bom debaixo do braço e a deixar tudo o que foi ruim na próxima lixeira. Mas doeu, doeu pra valer. E agora eu estou aqui, minha cara tá um lixo, o corpo todo dói e a minha cabeça está toda congestionada de idéias boas e ruins. Eu tento respirar e fechar os olhos, esquecer a velha companheira chamada dor e descobrir forças pra levantar, ir pro banho, me arrumar e torcer pra Gabi ter tido a bondade de atender o meu pedido sob ameaça. Acho que estou melhor, nossa escrever é mesmo a minha praia. Pelo menos falar absurdos eu sei.
Senti saudades daqui. Ler algumas postagens antigas me emocionou.
Minha mãe entra de férias amanhã. Eu juro por Deus que não precisava de mais isso.
Bom, reuni forças pra ir pra ETE. A hora do Blogger continua errada. Algumas coisas nunca mudam. Ele vai passar aqui, que bom.
Beijos.

Here i am once again.;..

Em primeiro lugar: Eu estou viva xD
Segundo: Não vou me demorar..
To postando só pra dizer que eu tô viiva mesmo!

Tenho vontade de voltaar.. mas a monotonia dos dias me corta o tezão ¬¬
Não é emocionannte postar sobre oq ue eu fiz no almoço ou na janta... Deixa pra quando eu tiver algo decente pra contar okay?!

Amanda você pode e DEVE continuar postando ;)


Beiiijos Mundex
Sinto saudades.

sexta-feira, 20 de março de 2009

...

Uma hora ou outra essa situação vai cansar, e ai? O que acontece? E ai a gente passa a conversar com o espelho e escrever nos blogs. E a olhar pro passado e tentar imaginar por que é que parecia tão fácil antes.
Tá piorando... E certas horas eu ainda desejo acordar e notar que foi só um sonho ruim...
Tenho saudades de casa...

quinta-feira, 19 de março de 2009

At the button of a blackest hole.

Se você soubesse o quanto arde, nunca mais falaria disso comigo. Porque eu não tenho filhos, não tenho dinheiro, não tenho casos intermináveis de amor, eu não tenho fissuras por sorrisos, por tudo que cai aos meus pés. E eu não acredito no que tenta ser fácil. As vezes eu quero virar as costas pra você e ir embora, eu quero deixar você sair de mim, sei que isso não acontece. Mas eu queria. Eu queria que você sentisse que está me perdendo, por que de fato hoje isso quase aconteceu. Mas eu queria mais que você esquecesse suas hipocrisias, que reconhecesse seus atrasos, que dissesse que tudo mudou quando eu apareci. Eu não estou esperando redenções, eu quero mais que palavras, eu quero que alguma coisa aconteça porque eu estou brava. E que se danem suas desculpas. Você está me machucando de novo, então faça qualquer coisa. Faça qualquer coisa porque eu me cansei de acreditar que você está sempre certo, me cansei de chateações inúteis que não me deixam pensar! Eu realmente estou querendo fazer as coisas acontecerem.
Você podia parar, olhar o que está havendo e pôr a mão na consciência, uma vez. Não é o que eu digo, não é o que você diz, é o que nós fazemos um com o outro quando a coisa fica feia. Sabe, isso não é proteger, não é estar ali, isso é crueldade e sinto muito, aprendi com você.

'Still I cannot escape the ghost of you'.

;T

Sem chance nenhuma de sair disso. Nenhuma. Será que ele não entende? Ele não entende. Mas talvez eu deva oferecer um pouco de prática.

terça-feira, 17 de março de 2009

\o/

O LAY ficou lindo... Não tinha visto. Arrasou MESMO. Lindo, lindo, lindo. Descarregado, sóbrio. Ah, arrasou.

segunda-feira, 16 de março de 2009

Um novo caminho

Lay novo... Não tá aquelas coisas não mas pelo menos mudou de cara! Novo caminho, novas escolhas, novos rumos... vamos nós indo por um lado novo. Nem tudo que é novo é ruim, também não quer dizer que seja bom. Descobertas, prontos ou não, elas estão aí. E a gente segue em freeente! ;)

Mandoooca! Aula do Emerson?! Ó céus! Que maldade meu Deus! Aula do queee? Vai na fé garota!
E poste! Danada..
Boa aula-Boa noite-Bom começo de semana!

Besos.
PS: Eu volto!

domingo, 15 de março de 2009

Que fique claro: Eu não estou bem.

Ooolha o progresso!

Ela tem acentos agora! Que emoção meu Deus!
Me aguarde, eu tô voltando ;)

segunda-feira, 9 de março de 2009

Consertado.

Oh: ó, õ, é, â, ã, í, ú.

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Eu chegay a pensar que ela tinha me esquecido. Que não pensava mais em mim e que nçao queria responder meus recados...
Ai ela vem e me escreve uma dessas... e me faz chorar feito criança.
Eu sinto falta. De tudo e de mais que tudo. E cada lembrança me faz acrediar que tuuudo o que a gente viveu valeu a pena. Cada briga, cada crise de ciume, cada choro compartilhado, e cada aula matada!!!! xD
Queria que você me escrevesse, queria continuar fazendo parte da tua vida... porque você ainda faz parte da minha...Eu só estou um pouco distante... mas eu continuo sendo a mesma e te amando do mesmo jeito.

Se cuida daí minha ruiva.
Que eu peço pra minha mãe cuidar de você.

.

Eu nunca vou esquecer vc. Entao nao diga que nada sera como antes pq eu nao vivo sem o antes. Eu nao vivo. E eu nao sei assumir que vc foi. Nao sei assumir que ela se foi.
E me distraio com coisas. E me distraio com ele. Ele me faz bem. E tem segurado as pontas. Mas ele nunca vai entender que cada desculpa que eu arrumar vai ter um nome: Caroline.
E nao eh dele que eu preciso hoje.
Nao eh dele que eu precisei. Uma falta que NINGUEM vai suprir. Eu prefiro sumir qdo nao tem vc por perto. E tudo vai dar certo pra nos. Um tempo, um tempo.
E ele volta. Tem que voltar. Vc escorreu entre os meus dedos, Caroline. Tava aqui e num segundo nao tava. E vc, ah, vc NUNCA vai saber o tamanho da dor que foi ver vc partindo. A entorpecencia me deixou. E a dor veio com tudo. Eu nunca vou encontrar alguem como vc.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

And the days feel like years when i'm alone...

Se eu for contar tudo o que aconteceu.. Affe dias escrevendo! E não to bem pra isso não. Demorei pra postar porque tava sem PC. Agora eu me viro com uma discadona. Dá pra ser feliz...
A vida... ai a vida...Vim parar num fim de mundo que está acabando comigo. Era pra estar tudo começando de novo, mas não me ensinaram a começar nada sem a minha mãe. E eu to mesmo perdidinha sem a presença dela... To aprendendo a lavar a roupa.
A saudade é parte de mim agora e não há um momento sequer que eu não sinta. Dela, de Lorena, da minha vidinha chata e monótona que era boa e eu, pra variar, não sabia. Sempre queria mais, talvez eu tenha esperado demais. Acabou nisso.
Só quero que essa fase de "adaptação" passe rápido o bastante pra que eu suporte tudo isso. Tá tudo muiiiito diferente. E um abraço... nunca me fez tanta falta como faz agora... Dá medo de que as pessoas me esqueçam, porque eles estão muito presentes em mim.
Talvez eu volte a postar descentemente... por inqto é só pra dar sinal de vida mesmo.
Saudade Manda...

E o pior é que eu acho que nada mais vai ser como antes...
E a gente segue em frente...

domingo, 11 de janeiro de 2009

Eu tenho que confessar que perdi a cabeça... Nao sei mais controlar coisa nenhuma.
E quem disse que eu deva, nao eh?
As coisas estao fora de controle. E talvez o que eu deva mesmo fazer eh passar por aqui com mais frequencia. Tenho falado muito pouco comigo mesma... tenho estado entregue demais.
Nao vou pra lugar nenhum, nao faço droga nenhuma, a nao ser pensar, pensar, pensar.
Droga. Eu quero a minha vida, e nao quero passar o resto dela com alguem tao volatil, sensivel. Pra merda. Ele sumiu!!! O que eu podia ter feito? Sorrir e dizer que estava tudo bem? Nao estava! Que droga. Agora ele faz com que eu me sinta pessima. Isso nao eh justo. Ele nao esta certo sobre tudo. Eu tenho que ter razao vez em quando, neah nao?
Que droga. Ele quer que eu perca a cabeça e pareça louca! Eu sei que ele quer isso. Aaaaaaaaah! Eu preciso acabar com isso. Preciso falar, falar, falar horas sobre isso.
E ele nao esta ajudando. Entao porque ele disse que ajudaria? Nao ajuda! Hum, vamos ver se fala comigo no msn agora. baaah.

sábado, 10 de janeiro de 2009

Tá né!

Não, eu ainda não voltei.. tô dando só uma passadinha..
Manda querida.. não que isso mude alguma coisa.. mas.. sentiu que temos novos leitores? E se deram ao trabalho de ler TODO o blog praticamente.. pq foi pegar coisa lááá da idade da pedra.. tempo que eu tinha meus rolos com TIgre, brigas e frustrações.. tempo legal aquele.. coisa que a gente dexa na MEMÓRIA. E segue em frente sendo feliz com cada fase da vida. Eu só tenho mesmo a curiosidade de saber pra quem a senhora anda passando o endereço do blog. Porque tá caindo na mão de muita gente.. logo logo vai parar na mão de qualquer um...

Ruiva.. to com saudade de você
Dá sinal de vida.



PS: Visitantes... da proxima, coloquem nome! É mais fácil... ;)
E olha só Duuuuda... Eu ainda tenho esperanças que vc entenda que do Afonso, eu não espero nada mais além de amizade! Ele foi só uma fase pra mim, assim como eu fui pra ele. Tuuuudo passa! E as risadas que a gente deu junto, você não vai poder apagar. Cometemos nossos erros, e aproveitamos nossos acertos. Eu hoje TAMBÉM tenho um namorado e gosto MUITO dele pra sequer pensar em Tigre! A essa altura do campeonato minha vida tem espaço pra quem me acrescenta em algo. Se isso da sua parte é insegurança ou sei lá o que, não posso fazer nada, perdão, talvez eu até entenda... experiência com o tempo conta, a gente aprende a se conter. Só entende que se eu tivesse que dar em cima do teu namorado, eu já teria feito ha muito tempo, afinal estudamos juntos não foi? Mas de fato, desde o princípio, sempre prevaleceu a amizade.
Um beijo pra você, querida, e só uma coisinha..
Meu problema era com a Kamila, era ela que me incomodava e eu tive motivos pra isso. Já você... nunca interferiu em nada na minha vida...eu sempre torci pelo namoro de vocês dois.