domingo, 8 de fevereiro de 2009

.

Eu nunca vou esquecer vc. Entao nao diga que nada sera como antes pq eu nao vivo sem o antes. Eu nao vivo. E eu nao sei assumir que vc foi. Nao sei assumir que ela se foi.
E me distraio com coisas. E me distraio com ele. Ele me faz bem. E tem segurado as pontas. Mas ele nunca vai entender que cada desculpa que eu arrumar vai ter um nome: Caroline.
E nao eh dele que eu preciso hoje.
Nao eh dele que eu precisei. Uma falta que NINGUEM vai suprir. Eu prefiro sumir qdo nao tem vc por perto. E tudo vai dar certo pra nos. Um tempo, um tempo.
E ele volta. Tem que voltar. Vc escorreu entre os meus dedos, Caroline. Tava aqui e num segundo nao tava. E vc, ah, vc NUNCA vai saber o tamanho da dor que foi ver vc partindo. A entorpecencia me deixou. E a dor veio com tudo. Eu nunca vou encontrar alguem como vc.

Nenhum comentário: