domingo, 30 de agosto de 2009

Eu tento.

Ahh eu tento me manter distante, tento sumir. Mas quando você dorme por horas e horas, quando você não tem com quem conversar, quando você não ri mais, quando você fala sozinha e tenta olhar pro espelho o mínimo possivel, acredite: precisa de ajuda. Não que um blog possa ajudar, mas escrever parece aliviar um pouquinho que seja.
Ele começou a sair agora... Preocupada? Não... Um pouco triste talvez. Não seria triste a palavra. Acho que com 'inveja'. É inevitável pensar que o mundo de todos tá se movendo. Tá girando. E o meu tá parado no mesmo lugar desde que eu cheguei aqui. Não culpo o lugar nem as pessoas. A culpa é unica e exclusivamente minha. Não sei como fazer, não sei como começar de novo. As vezes eu culpo muito por ter de ser tanto... ou ser respnsável por tanto, quando taantas outras pessoas são muito mais do que eu e nem reclamam da vida que levam. É só saudade de ter a vida nas mãos e fazer o que bem entender dela. É egoísmo olhar pras pessoas e perguntar se elas podem, por que eu não posso? Deve ser... Meus pecados estão bem marcados aqui. Pra falar a verdade eles estão escritos de vermelho na minha testa me acusando de coisas que eu desejo ter, que eu desejo ser e que não sou por estar tão presa numa situação que eu não escolhi. E parece errado querer tudo isso. Eu estou toda errada! Caaara! Que merda é essa?
Eu devo realmente estar enlouquecendo.
Desconsidere tudo o que eu digo. TPM me traz sentimentos que eu desconheço.

Nenhum comentário: