domingo, 11 de outubro de 2009

'Ah, se o mundo inteiro me pudesse ouvir....

...tenho muito pra contar, dizer que aprendi.
Que na vida a gente tem que entender
que um nasce pra sofrer, enquanto o outro ri.'

Eu postaria mais se a vida fosse mais emocionante. Minha emoção continua na escolha do almoço ou o que passa na Tv que seja assistível. Sem dramas é claro! Levantei o bumbum da cadeira e fui atras de algo que eu possa fazer, tô em cima de uns e outros pra agilizar o processo, tô de olho na data do vestibular e na data da matrícula, caso eu passe, assim não perco! Mas continuo me sentindo aquela inutilzinha que só reclama da vida.
A gente costuma dizer que os posts depressivos são os melhores! Quando você tá triste arrasa em todos os textos e fala com um jeito tão profundo que ninguém supera, que todos entendem. E que quando está feliz o texto fica chato, felicidade demais nem tem o que falar! Olha só pra TV; novela boa é novela dramática! Aquela que a mocinha se ferra do começo ao fim! E nos ultimos capítulos ela consegue levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima! É o que todas nós esperamos. Mas eu não tô afim de ver os últimos capítulos da minha vida chegando não ¬¬ . De qualquer forma, minha vida anda tão semsalnemaçúcar que o post não fica nem chato, nem legal. É só um texto escrito sem nexo ou sentido. Sem nada de interessante pra contar enfim.
Tava lendo meus cadernos e os posts antigos. Era tanta coisa besta! Brigas com a personalidade difícil de Danielle, ou o amor incondicional ao Rudson que me levava do céu ao inferno, e ao céu novamente continuamente em minutos! Afonsos da vida, Simones e Anas Paula. A vida era o OH do borogodÓ em todos os seus possíveis sentidos! E eu adorava! Tô super nostalgica ultimamente! Não vejo a hora de ir pra faculdade e encontrar novos problemas. Gente chata, gente legal, gente rica, gente pobre, gente estranha... eu descobri que gosto mesmo de gente, que nem a Alê Felix, gosto de gente e ponto.
Equanto não há emoção deixo posts sem nexo, sem histórias, semsalnemaçúcar! Mas que provam que eu to viva e continuo correndo atrás de uns fragmentos dos sonhos que eu tinha numa época que nem tá tão distante, mas que já me parece tão ultrapassada.

Beijos pros que chegam, beijos pros que vão.
E um Salve pra galera da Xurupita!
o/

Nenhum comentário: