segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Momento desabafo.


Véspera de feriado e eu em casa. Bom, ainda não sei ao certo se vou ficar em casa... o que importa nem é isso de fato. Pai tá doente, de cama, gripado, com febre e pedindo tudo na mão. Inclusive atenção! Não que eu seja uma insensivel que é incapaz de cuidar de uma pessoa doente, looonge de mim! Sou um poço de candura e 'prestatividade' quando eu quero! Frisa o 'quando eu quero'. O que me deixa triste, pra baixo, deprimida, frustrada, depressiva ééé que: quando EU fico doente, não tem UM FILHO DE DEUS pra cuidar de mim! Eu, logo eu que sou a carência em pessoa! Eu que fico melosa, manhosa, dengosa, e todos os 'osas' que puder imaginar, quando estou doente. Ninguém pergunta se eu to bem, ninguém faz as coisas por mim, ninguém quer nem saber se eu to precisando de algo. Ai quando ele ou a Yasmin ficam ruim, vai eu pagar de mãe e cuidar dos dois. :(
Nem é reclamação das piores; é só um 'Oi, eu também tô aqui e olha, naõ sou de ferro!'
...

Nenhum comentário: