quarta-feira, 11 de maio de 2011

conseguem me entender?

Ontem eu estava estranha e ele me perguntou o que estava acontecendo e eu disse que nao queria dizer e hoje a conversa começa assim:

[14:27:24] Jonathan: vc nao vai msm me fala o q aconteceu
[14:27:26] Jonathan: ?
[14:27:39] Rafaela Correia: ainda nao
[14:28:05] Jonathan: ok, mas tbm nao me pergunte mas nada
[14:28:31] Rafaela Correia: te perguntar?
[14:28:33] Rafaela Correia: como assim?
[14:28:52] Jonathan: eu quero dizer q vamos ter um relacionamento fechado ok?
[14:29:23] Jonathan: nem eu pergunto o q vc acontece com vc,  o q vc fez e tal e vice evrsa
[14:29:33] Rafaela Correia: poxa amr, to numa fase dificil voce ainda fala desse jeito? so nao to conseguindo ainda me abrir sobre oq ta acontecendo
[14:30:11] Jonathan: eu so quero saber sobre do q se trata
[14:30:36] Jonathan: mas td bem nao precisa fala nao
[14:33:21] Rafaela Correia: Tudo oq eu precisava agora é so um apoio , um ombro, palavras de animo... ao invez disso voce vem com 7 pedras na mao ... assim fica ainda mais dificil pra mim ! Desculpa se eu nao to me sentindo bem pra falar do assunto, eu so quero esquecer ... nao pensar nos meus problemas, afinal pra que dramatiizar tanto as coisas se daqui a pouco passa e sempre há alguem com problemas bem mais sérios que os meus
[14:35:15] Rafaela Correia: eu so quero deixar isso pra lá... passar por cima como se as coisas nao tivessem acontecendo .. cada um lida de uma forma com os obstaculos e essa é a minha maneira... eu so tive um momento de fraqueza
[14:38:02] Jonathan: Rafaela nao quero saber de mais nada, vc fala se vc quiser eu nao sei pq ainda eu insisto, vc faz o q vc quiser da sua vida, nao vou mas me meter ou perguntar. qnd for procurar alguem pra conversar, pra desabafar e melhor vc procura suas amigas ta
[14:38:41] Rafaela Correia: obrigada jonathan por me deixar ainda pior

terça-feira, 10 de maio de 2011

Por onde começar...

Terça-feira meu relógio marca 18:41
A noite hoje está com cheiro e forma diferentes talvez seja eu que estou vendo as coisas de uma maneira diferente. Saindo de casa, as coisas estão tão normais, temperatura? nao faz frio e nem calor. Céu limpo, não há estrelas nem a lua para que eu possa me perder, perder meus pensamentos nessa imensidão.
Tenho tentado decifrar coisas que parecem que não há respostas e nunca haverá. Estou naquele momento de novo, sofrendo pelos amores que eventualmente passam pela minha vida. Tudo resolve acontecer sempre na mesma época do ano. Será o acaso? Amores não correspondidos, amores mal resolvidos e ainda há aquele que vivo tentando resolver..confissões e lamentações: 
- confesso que não o esqueci
- Lamento não ter forças pra lutar
Ou tudo isso já passou e eu apenas não consigo me conformar com a idéia. Gostaria ao menos ter o poder de resolver as complexidades do mundo, começaria por mim. Há muita coisa que tento resolver mas as soluções escapam pelos meus dedos como a areia. Diante de tantos lamentos e problemas não solucionados ando procurando ombro, um colo, alguém em quem me apoiar, acho porém que estou esperando muito de alguém que não tem ou nada quer me oferecer. Há momentos em que busco uma palavra ou apenas um gesto de que se importam, mas essas ações não acontecem, e ai o que acontece? vem minhas frustrações. Será que estou no caminho certo? Estou disposta a "carregar" isso comigo? Será? Sim ou Não? As respostas nunca me vem com exatidão e vou vivendo me arriscando. Não me pergunte se vai valer a pena pois eu não sei. O que tenho certeza é que se eu me arrepender, me arrependerei com a certeza de que tentei e possa valer a tentativa.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Fraqueza.



Sem você não tem sentido viver
Fico sem rumo sem chão
Não jogue o que vivemos fora
Penso em você toda hora
Trás de volta o meu sorriso (8)

sábado, 7 de maio de 2011

Namorar pra que?

Eu precisava de um meio para desabafo e então me achei mais próxima em vir aqui
Nao sei por onde começar, nao consigo organizar minhas ideias
Bom, namorar pra que? To cheia de problemas e cade alguem pra me ouvir , pra me dar colo, pra eu desabafar? Pensei que os namorados também estivessem aqui pra isso, se estão, o meu nao consta na lista.
Passei o dia inteiro com o subnick do meu msn escrito assim "Quero colo, quero um ombro, Por favor algum bom ouvinte..." Qual foi a atitude dele? "porque esse sub?" Resposta: To precisando de alguem pra conversar.
Acha que ele se ofereceu? HAHA, Piada ... a resposta dele foi curta "ENTENDI"... Depois disso nenhum dialogo, nenhuma palavra a mais, nenhum telefonema, nenhuma demonstração de preocupação.
Esse só foi um caso de muitos.
Sinto como se a vida dele fosse um mistério, nao consigo descobrir quem ele é de verdade. Sei apenas o que consegui perceber. Uma pessoa com forte probabilidade a ter dupla personalidade, pensa muito em si, dificil de demonstrar afeto, mas no fundo é uma pessoa amavel e companheira...
Enfim, eu só queria o que todas mulheres desejam . ATENÇAO

terça-feira, 3 de maio de 2011

Oh, veja como sou perfeito!

Emendando um livro no outro, mantendo a mente livre de pensamentos, desligada das aulas, sem muitos propositos. É a Caroline do inicio de Maio! *-*
Ah eu sei que sou uma menina encantadora.. que isso nem precisa dizer que eu to perdendo tempo pensando em banalidades, coisas pequenas, ja percebi só não sei em qual esquina irar pra não pegar o camiho mais longo pra felicidade. Ou entrar em uma rua sem saída de repente Oo
Ouvir JB me injuria, pensar no futuro me estressa e me deprime. Coisa chata essa de ou vai ou racha! E se eu quiser rachar? Heim heim? Fugir de decisões é bem mais facil que tomá-las sabia? Então aquele cretino que te fala " Que issooo, a solução está na sua cara, você só precisa dar um passo... é só dizer sim ou não." Ninguem sabe que por tras os sins e nãos existem lágrimas, dores, noites em claro, familias para tras, pensamentos inoportunos, responsabilidade incubida. Tempo frio, TPM, dia das mães e decisões me deixam amarga. Amarga mesmo. Por querer respostas, por querer companhia, por querer uma mãe do lado que me dissesse que eu cometeria um erro se ficasse por um nada. AI eu discutiria com ela dizendo que meu nada tem significado, e que embora ele nao me faça bem agora, ele ja fez um dia, e pode voltar a fazer, quem sabe?! Ela diria "minha filha, é o eu futuro" e eu responderia " Mãe, é o meu amor.." e desandaria a chorar no colo dela. Por fim eu ouviria um .. "Ele nao faria o mesmo por você". COnversa encerrada e cara emburrada o resto da tarde. Me rodeio de memorias da minha mãe que não gostava do que me fazia mal e me levava sa lágrimas. Me defendia de tudo e me colocava na cama. Mas as memorias nao me respondem, nã me dizem o que eu tenho que fazer nem onde eu vou errar, e quando eu vou sentir o erro cometido. Nã falam!
Preciso de dias promissores e de vida na minha voz. Os atos perfeitos dele não me permitem frustrar e dizer que nada da certo.
...