segunda-feira, 6 de junho de 2011

É na desordem do meu quarto que busco ordem aos meus pensamentos. As vezes penso que ninguém me conheça tão bem quanto eu gostaria, talvez seja melhor assim porque na verdade eu mesma vivo me perguntando a mesma coisa. Tenho uma pequena definição: "Sou apenas uma garotinha boba com crise existencial fazendo drama por problemas fúteis." ou Será que tenho dado importância demais a coisas desnecessárias? Isso foi terrível, eu sei... As vezes vejo coisas que não existem, ou essa apenas sou eu me esforçando pra ser quem gostariam que eu fosse, me descaracterizando cada vez mais. E esse ciclo apaga da memória quem eu fui, quem eu sou e agora já não sei mas quem eu vou ser. Desejando um futuro melhor. 

Nenhum comentário: