sábado, 4 de junho de 2011

Limpeza

Doando livros e brinquedos
Jogando fora papéis e lembranças
Deixando os cadernos de lado na esperança de ler o passado e encontrar lá a menina que que brilhava
Na esperança de voltar a escrever e ser de novo
Limpando o guarda-roupa, as gavetas e a alma
Lavando o cerebro e botando pra fora todas as palavras que estao engasgadas no meio da minha garganta

Eu gritaria se pudesse
Mas minha mãe não viria me ajudar
Odeio mudanças

2 comentários:

Pandinha disse...

e eu odeio a certeza de que você se vai...

Blog +25 disse...

Amada se isso é inevitável procure encontrar algo que torne mais leve...

Bjos

Sagitária
http://mais25.blogspot.com/