quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Fala, conta, manda um oi. Bora falar sobre o céu, o pão, a moça que falou alto no correio. Deixa eu contar da minha gata, da cor do esmalte, da série que to vendo. Mostra pra mim o trabalho, a blusa nova, o livro que comprou... Me deixa falar ou só olhar, fica por perto pra gente ver um filme ou um comercial bobo na TV. Comentar a novela que não assistimos, o artista que não conhecíamos... Fica ai, no whats, no face, na porta da minha casa, na pracinha da cidade, mas fica. São tempos corridos, a gente dá 'Bom dia' no automático, pergunta 'Tudo bem?' sem nem querer saber. E eu ando numa vontade tão grande de compartilhar o 'nada' dos dias, que nem sei se falta tempo ou companhia. Se falta um 'vem aqui beber com a gente' ou um 'To aqui' da minha parte. São tempos tão corridos...

Nenhum comentário: